-
Esta página já teve 133.046.786 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.670 acessos diários
home | entre em contato
 

Teses/Estudos Avançados/Questões

A produção científica brasileira no feminino

15/10/2008

Cadernos Pagu

 

Cad. Pagu  n.27 Campinas jul./dez. 2006

doi: 10.1590/S0104-83332006000200012 

DOSSIÊ: GÊNERO NA CIÊNCIA

 

A produção científica brasileira no feminino

 

Brazilian scientific production in the feminine

 

 

Hildete Pereira de MeloI; André Barbosa OliveiraII

IProfessora da Faculdade de Economia da Universidade Federal Fluminense, Niterói, Rio de Janeiro. hildete@economia.uff.br
IIGraduando de Economia, bolsista de iniciação científica, Universidade Federal Fluminense, Niterói, Rio de Janeiro. andrebosn@hotmail.com

 

 


RESUMO

O crescimento da produção científica tem estimulado o surgimento de estudos para avaliar os processos de produção, difusão e uso dos conhecimentos científicos. Infelizmente, essa literatura não tem sido sensível à temática de gênero, ignorando que mulheres e homens têm trajetórias diferenciadas e que desvelar as mulheres no mundo científico e tecnológico exige um esforço específico. A hipótese da neutralidade científica, de fato, iguala os que não são iguais no acesso às carreiras científicas e tecnológicas. Este artigo tem como objetivo preencher esta lacuna e analisar através da utilização do indicador "medida de atividade", a intensidade da atividade científica das mulheres e homens no País; bem como, através do indicador "medidas de colaboração", a cooperação existente na produção científica nacional sob o prisma de gênero.

Palavras-chave: Gênero, Indicadores, Produção Científica.


ABSTRACT

The growth of scientific production has stimulated studies which analyse the processes of production, diffusion and use of scientific knowledge. Unfortunately, this literature has not been alert to gender issues; it has neglected the fact that men and women have different trajectories, and that to unveil women in the scientific and technological world demands a specific effort. The hypothesis of scientific neutrality effectively equates the unequals regarding access to scientific and technological careers. The present study aims to fill this gap and to analyse, through an activity indicator, the intensity of scientific activity of men and women in Brazil; and, through a collaboration indicator, the existing co-operation between genders in national scientific production.

Key Words: Gender, Indicators, Scientific Production.

 

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-83332006000200012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

 

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos