Curiosidades da Dra Shirley -
Esta página já teve 133.091.221 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.665 acessos diários
home | entre em contato
 

Curiosidades da Dra Shirley

"Petróleo verde" quimicamente idêntico ao "Petróleo fóssil".

22/10/2008
NOVIDADES

A empresa americana Sapphire Energy utiliza a energia de organismos unicelulares, como as algas, para produzir uma mistura química a partir da qual é possível extrair combustíveis líquidos para carros ou aviões.

Conforme um porta-voz da Sapphire, "a gasolina obtida é inteiramente compatível com as infra-estruturas atuais, o que significa que nenhuma modificação é requerida em nível -motor/carburador - do carro". Além do mais, o conjunto do processo mostrou ser neutro em carbono, porque as algas utilizadas têm necessidade de dióxido de carbono para crescer.

Uma outra vantagem é que sua gasolina não emite os mesmos compostos químicos contidos na norma dos combustíveis fósseis atualmente no mercado como, por exemplo: o enxofre, o nitrogênio e o benzeno.

Os tipos de algas utilizados pela empresa não são revelados em detalhe. Entretanto, pode-se pensar que a Sapphire Energy utilize cianobactérias geneticamente modificadas, comumente chamadas de "algas azuis". Tais organismos podem se desenvolver rapidamente (alguns deles podem duplicar sua massa em apenas uma hora), viver em temperaturas elevadas e certas cepas são capazes de fixar o nitrogênio do ar e fazer seu próprio adubo.





Saphire Energy fazendo gasolina a partir de algas!

Créditos: OLS



Segundo a empresa, a produção comercial desse "petróleo verde" deverá ser possível dentro de três ou cinco anos.

Yusuf Chisti, da Universidade Massey (Nova Zelândia), estima que as algas poderão produzir aproximadamente 100.000 litros de biodisel por ano, por hectare de terra, relativamente aos 6.000 litros por hectare para o óleo de palmeira, um dos vegetais mais produtivos em matéria de biocombustíveis.

O diretor-científico da Greenpeace, no Reino Unido, declarou: "Faz-se urgente encontrar soluções para relegar à história, a economia de combustível fóssil. As algas poderão sustentar essa promessa... mas antes, temos necessidade de informações mais amplas sobre essa tecnologia."

Enerzine, 05 de agosto, 2008 (Tradução - MIA).


Nota do Managing Editor: a ilustração não faz parte da matéria original e foi obtida em www.google.com.


Nota do Scientific Editor: de acordo com notícia publicada pela Agência Fapesp (http://www.agencia.fapesp.br/), em 14 de agosto de 2008, os ministérios da Ciência e Tecnologia (MCT) e da Pesca e Aqüicultura (MPA) do Brasil publicaram o primeiro Edital para seleção de projetos de pesquisa que contemplem a aqüicultura e o uso de microalgas como matéria-prima para a produção de biodiesel. Detalhes sobre o Edital podem ser obtidos em: http://www.cnpq.br/editais/ct/2008/026.htm.


Fonte:

http://www.lqes.iqm.unicamp.br/canal_cientifico/lqes_news/lqes_news_cit/lqes_news_2008/lqes_news_novidades_1197.html

 

 


 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos