Ortopedia/Fisioterapia/Coluna/T.O. -
Esta página já teve 132.523.947 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.702 acessos diários
home | entre em contato
 

Ortopedia/Fisioterapia/Coluna/T.O.

As Lesões ligamentares do Joelho

04/11/2008

 

David Homsi

O joelho é uma articulação que permite movimentos de flexão, extensão e alguns graus de rotação. Sua estabilidade medial e lateral é provida através de ligamentos medial e lateral resistentes ( lig.colateral medial e lig.colateral lateral ),  enquanto sua estabilidade anterior e posterior é provida pelos ligamentos cruzados anterior e posterior. Deste modo os ligamentos são vulneráveis a qualquer movimento que force o joelho a mover-se em planos anormais, e tais lesões são relativamente comuns em esportes que grande esforço físico ( futebol, corridas, maratonas, TRIATHLON, entre outros ).

Um ligamento pode ser distorcido ( distendido com ruptura de poucas fibras ) ou pode ser rompido parcial ou até completamente. 

1.  Rupturas do ligamento medial

Como  o lado externo do joelho está mais exposto é o mais frequentemente lesado, ele é o mais rompido que qualquer outro ligamento do joelho. Uma violenta batido sobre o lado lateral, forçando o joelho em valgo estaremos rompendo ou distendendo o ligamento medial.

Dependendo da força do trauma podemos não só lesar este ligamento, mas também lesar menisco medial, lig.cruzado anterior ( tríade infeliz descrita por O`DONOGHUE.

  • TRATAMENTO: Nas rupturas parciais o único tratamento necessário é a aspiração da hemartrose e a imobilização do joelho estendido por 6 semanas, onde o indivíduo será forçado a realizar exercícios isométricos do quadriceps.

Nas rupturas completas do ligamento medial ( em especial às ligadas ao lig.cruzado anterior ), a articulação do joelho está instável, sendo preciso em jovens e atletas a exploração cirúrgica imediata da articulação, fazendo o reparo cirúrgico do ligamento rompido e cápsula se estiver rompida, após cirurgia imobilização do joelho por 6 semanas.

2. Rupturas do ligamento lateral

As rupturas do ligamento lateral são menos comuns que a do medial, uma complicação única  das rupturas do ligamento lateral é a lesão por tração  do nervo fibular comum, que pode ser irrecuperável.

  • TRATAMENTO: IDEM AO LIG.COLATERAL MEDIAL.

3. Rupturas dos ligamentos cruzados

Os ligamentos cruzados podem ser rompidos  em associação as lesões dos ligamentos medail e lateral, mas podem também ocorrer isoladas do ligamento cruzado. Assim a tíbia é dirigida para frente em relação ao fêmur ou vice – versa ou até mesmo quando a articulação é hiperestendida, o ligamento cruzado anterior pode ser rompido ( pode-se fazer o teste de gaveta anterior para confirmar a instabilidade do joelho ).

O mecanismo reverso da lesão pode trazer uma lesão do cruzado posterior ( pode-se fazer o teste de gaveta posterior para confirmar instabilidade do joelho ).

  • TRATAMENTO: o reparo cirúrgico é difícil e a forma mais razoável de tratamento para não atletas é a imobilização do joelho em cilíndro gessado, o indivíduo pode caminhar com o aparelho gessado após 6 semanas e realizar exercícios isométricos do quadríceps. Em atletas ativos que exigem boa estabilidade do joelho, métodos de reparação intra e extra-articular são efetivos.

4. Complicações das lesões ligamentares do joelho

A complicação mais desagradável especialmente em atletas é a instabilidade residual da articulação do joelho. Exercícios ativos são indicados e auxiliam a desenvolver a força dos músculos ( particularmente do quadríceps )

A reparação tardia pode necessitar de reparações cirúrgicas reconstrutivas.

BIBLIOGRAFIA

  • O`Donoghue, D.H.: Treatment of injuries to athletes - Philadelphia, W. B. Saunders, 1995
  • McGinty, J. B.: Modality of diagnosis or treatment to athletes - Philadelphia, No 2, 1997
  • Galway, H. R. and Macintosh, D. L.: A sympton and sign anterior, posterior cruciate ligament insufficiency. Clin. Orthop. 147; 45-50, 1997

David Homsi

E-mail: trihomsi@hotmail.com

 

Curriculo:

 

  • Fisioterapeuta da equipe de Medicina Esportiva Dr.Osmar de Oliveira ( atual ).

 

  • Coordenador do Centro de Estudos da Clínica Dr.Osmar de Oliveira ( atual ).

 

  • Fisioterapeuta – coordenador MEDSPORT – OSMAR DE OLIVEIRA / CÉSAR DE OLIVEIRA ( atual ).

 

  • Fisioterapeuta responsável por eventos de corridas Nike do Brasil. ( atual ).

 

  • Professor da Pós – Graduação FAGAMMON – Faculdade Presbiteriana Gammon – Fisioterapia Esportiva e Músculo Esquelética

 

 

  • Ministrei cursos e palestras em diversas Universidades e Congressos no Brasil, relacionados a Fisioterapia Esportiva; ( UNIP 2008, PALESTRAS COM ATLETAS OLÍMPICOS 2008, UNICID 2006, UNAERP 2005, LESÕES EM ATLETAS DE CORRIDA REEBOK SPORTS CLUBE 2005, dentre outros ).

 

 

 

  • Consultor da revista Running Br ( atual ).

 

  • Artigos publicados em revistas de grande impacto: Mens and Health ( editora abril ), superação.

 

  • Fellow na clínica Tampa Bay Ortho Phisioterapy Associates – TAMPA – FL USA. ( 2006 ).

 

  • Ex-fisioterapeuta da equipe de Basquete Profissional E.C PINHEIROS 2005/2006

 

  • Com dois anos de vivência no exterior (EUA) em atendimento particular a cliente tetraplégico, pude contribuir de forma significativa para a melhoria de seu estado geral, tendo sido o único profissional a atendê-lo, de forma exclusiva, no período de 2001 a 2003

 

  • Fellow equipe de ciclismo Boston Cycle Team ( USA ) – Boston – USA – 2001/2003

 

 

Logo-Clinica

 

David Homsi
david@osmardeoliveira.com.br
Unidade Oeste (Perdizes) - (11) 3873-7772
Unidade Centro (Higienópolis) - (11) 3151-4132
Unidade Leste (Alto da Mooca) - (11) 2268-3195

 

http://www.totalsport.com.br/colunas/homsi/ed1101.htm

 

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos