-
Esta página já teve 132.477.909 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.702 acessos diários
home | entre em contato
 

Hipertensão/Pressão Alta

V Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial

26/12/2008

Arquivos Brasileiros de Cardiologia

 

Arq. Bras. Cardiol. v.89 n.3 São Paulo set. 2007

doi: 10.1590/S0066-782X2007001500012 

DIRETRIZ

 

 

V Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial

 

 

REALIZAÇÃO

Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Presidente: José Péricles Esteves
Sociedade Brasileira de Hipertensão - SBH
Presidente: Robson Augusto S. dos Santos
Sociedade Brasileira de Nefrologia - SBN
Presidente: Pedro Gordan

SOCIEDADES PATROCINADORAS

Sociedades Patrocinadoras
Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade – ABESO
Presidente: Henrique Suplicy
Representante: Marcio Mancini
Academia Brasileira de Neurologia – ABN
Presidente: Sérgio Roberto Haussen
Representante: Ayrton Massaro
Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia – FEBRASGO
Presidente: Nilson Roberto Melo
Representante: Lucia Helena de Azevedo
Sociedade Brasileira Clinica Médica – SBCM
Presidente: Antonio Carlos Lopes
Representante: Renato Delascio Lopes
Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia – SBGG
Presidente: Elisa Franco de Assis Costa
Representante: Elizabete Viana de Freitas
Sociedade Brasileira de Pediatria – SBP
Presidente: Dioclécio Campos Junior
Representante: Olberes V. B. de Andrade
Sociedade Brasileira de Diabetes – SBD
Presidente: Marcos Tambascia
Representante: Adriana Forti
Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia – SBEM
Presidente: Marisa Helena César Coral
Sociedade Brasileira de Medicina de Família – SOBRAMFA
Presidente: Sarkis Jound Bayed
Representante: Marcelo Levites

COMISSÃO ORGANIZADORA

Décio Mion Jr. (Coordenador)
Osvaldo Kohlmann Jr. (SBH)
Carlos Alberto Machado (SBC)
Celso Amodeo (SBN)
Marco Antônio Mota Gomes (SBC)
José Nery Praxedes (SBN)
Fernando Nobre (SBH)
Andréa Brandão (SBC)

COMISSÃO DE REDAÇÃO

Décio Mion Jr., Osvaldo Kohlmann Jr., Carlos Alberto Machado, Celso Amodeo, Marco Antônio
Mota Gomes, José Nery Praxedes, Fernando Nobre, Andréa Brandão, Maria Tereza Zanella e
Josiane Lima Gusmão

APOIO

Bayer HealthCare
Biosintética Farmacêutica Ltda.
Boehringer Ingelheim do Brasil Química e Farmacêutica Ltda.
Farmalab Indústrias Químicas e Farmacêuticas Ltda.
Laboratórios Pfizer Ltda.
Medley S/A Indústria Farmacêutica.
Merck Sharp & Dohme Farmacêutica Ltda.
Novartis Biociências S.A.
Omron
Sankyo Pharma Brasil Ltda.
Torrent do Brasil Ltda.

 

 

V Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial

 

 

Apresentação

Passados quatro anos, foi necessário rever as condutas diagnósticas e terapêuticas em hipertensão arterial para publicar as V Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial e oferecer ao médico brasileiro o conhecimento das mudanças mais importantes na prevenção, no diagnóstico, no tratamento e no controle da hipertensão arterial, orientado pelo trabalho árduo e voluntário de 118 especialistas das várias regiões do País sob o patrocínio da Sociedade Brasileira de Cardiologia, da Sociedade Brasileira de Hipertensão e da Sociedade Brasileira de Nefrologia e o apoio e a contribuição de nove Sociedades Médicas.

Mudanças importantes na conduta diagnóstica e terapêutica foram exaustivamente discutidas. No diagnóstico, considerando o progresso verificado nas medidas de pressão arterial fora do consultório médico, a monitorização ambulatorial da pressão arterial (MAPA) e a monitorização residencial da pressão arterial (MRPA) foram incluídas como opções no fluxograma diagnóstico. Com relação à terapêutica, a inclusão da conduta baseada no risco cardiovascular adicional de acordo com os níveis da pressão arterial e a presença de fatores de risco, lesões de órgãos-alvo e doença cardiovascular deixam este documento em sintonia com o que há de mais atual na terapêutica cardiovascular.

Temos certeza que este documento, à semelhança dos anteriores1-4, oferecerá à comunidade médica brasileira um guia prático, objetivo e adequado à nossa realidade, para ser utilizado como referência na prática diária.

Agradecemos o empenho de todos os colegas que contribuíram de forma definitiva para o sucesso desta publicação, trabalhando via internet e participando ativamente da reunião plenária no dia 13 de fevereiro de 2006, em São Paulo, SP.

 

A Comissão Organizadora

 

 

 

Grupos de Trabalho

 

 

Grau de Recomendação

Grau A – grandes ensaios clínicos aleatorizados e metanálises.
Grau B – estudos clínicos e observacionais bem desenhados.
Grau C – relatos e séries de casos.
Grau D – publicações baseadas em consensos e opiniões de especialistas.

 

Sumário

1. Epidemiologia da Hipertensão Arterial .......................................................................................................... e30
2. Diagnóstico e Classificação ....................................................................................................................... e32
3. Investigação Clínico-Laboratorial e Decisão Terapêutica ................................................................................. e40
4. Abordagem Multiprofissional ...................................................................................................................... e43
5. Tratamento Não-Medicamentoso ............................................................................................................... e46
6. Tratamento Medicamentoso ...................................................................................................................... e49
7. Situações Especiais ................................................................................................................................ e58
8. Hipertensão Arterial Secundária ................................................................................................................. e63
9. Prevenção Primária da Hipertensão e dos Fatores de Risco Associados .............................................................. e69
Referências Bibliográficas ............................................................................................................................. e71

 

Fonte:

 

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0066-782X2007001500012http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0066-782X2007001500012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos