-
Esta página já teve 133.101.487 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.662 acessos diários
home | entre em contato
 

Obesidade:Adulto/Infantil/Bariátrica

Distribuição de Gordura Corporal, Pressão Arterial e Níveis de Lipídios-Lipoproteínas Plasmáticas

20/02/2009

Arquivos Brasileiros de Cardiologia

 

Arq. Bras. Cardiol. vol.70 n.2 São Paulo Feb. 1998

doi: 10.1590/S0066-782X1998000200005 

Artigo Original


 

Distribuição de Gordura Corporal, Pressão Arterial e Níveis de Lipídios-Lipoproteínas Plasmáticas

 

Dartagnan Pinto Guedes, Joana Elisabete Ribeiro Pinto Guedes

Londrina, PR

OBJETIVO: Investigar associações entre distribuição do tecido adiposo e níveis de pressão arterial e concentrações de lipídios-lipoproteínas plasmáticas, mediante controle de indicadores, quanto à quantidade de gordura corporal e à prática da atividade física.
MÉTODOS: Estudo de 62 indivíduos com idades entre 20 e 45 anos. A distribuição do tecido adiposo foi determinada baseando-se na relação circunferência de cintura/quadril (CCQ), e como indicador da quantidade de gordura corporal recorreu-se às informações do índice de massa corporal (IMC), enquanto o nível de prática da atividade física foi estabelecido mediante estimativas do consumo máximo de oxigênio (VO2max). As associações entre CCQ e níveis de pressão arterial e de lipídios-lipoproteínas plasmáticas, com os efeitos do IMC e do VO2max controlados estatisticamente, foram estabelecidas pelo coeficiente de correlação parcial.
RESULTADOS: Após correção pelo IMC verificou-se significativa correlação parcial entre a distribuição centrípeta do tecido adiposo e os níveis de pressão arterial, LDL-C e triglicerídios plasmáticos. Entretanto, controlando-se o VO2max, não foram constatadas associações significativas entre CCQ e qualquer variável sangüínea e pressão arterial.
CONCLUSÃO: A distribuição centrípeta do tecido adiposo, independente da quantidade de gordura corporal, foi relacionada com concentrações de lipídios-lipoproteínas plasmáticas e níveis de pressão arterial em ambos os sexos. A prática da atividade física parece ser um importante modulador dessa associação, enfatizando seu papel no controle dos fatores de risco predisponentes às doenças cardiovasculares.
Palavras-chave: gordura corporal, atividade física, fatores de risco

Body Fat Distribution, Blood Pressure and Plasma Lipids and Lipoprotein Levels

PURPOSE: To study associations between FAT distribution and blood pressure levels and concentrations of lipids and lipoproteins, irrespective of body fat content and physical activity.
METHODS: A sample of 62 subjects of both genders aging 20-45 years-old was used in the study. The adipose tissue distribution was based on the waist-to-hip ratio (WHR). Body fat content was estimated by the body mass index (BMI), and physical activity was assessed by maximal oxygen uptake (VO2max). Partial correlation analyses were used to determine the strength of the associations.
RESULTS: After correction for BMI there was a significant partial correlation between centripetal adipose tissue distribution and serum triglyceride, LDL-cholesterol levels, and blood pressure. However, controlling for VO2max, there was no significant association between WHR and any serum variable and blood pressure.
CONCLUSION: The centripetal adipose tissue distribution, independent of body fat content, was related to lipid and lipoprotein plasma concentrations and to blood pressure levels in both sexes. Physical activity seems to be an important modifier of this relationship, emphasizing its role in the control of cardiovascular risk factors.
Key-words: body fat, physical activity, risk factors

 

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0066-782X1998000200005&script=sci_arttext

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos