Receitas Salgadas - Aprenda a fazer o cuzcuz paulista
Esta página já teve 132.440.922 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.709 acessos diários
home | entre em contato
 

Receitas Salgadas

Aprenda a fazer o cuzcuz paulista

01/04/2009

Ingredientes:

250g de camarão miúdo, tipo "sete barbas"

azeite de oliva

1 cebola grande ou 2 médias

2 dentes de alho picados

1 caixa pequena de molho de tomate

1 colher de sobremesa rasa de páprica picante

1 cubo ou 1 colher de sopa de caldo concentrado de peixe ou camarão

sal e pimenta a gosto

salsa ou coentro picados

1 prato (cheio) de farinha de milho com farinha de mandioca crua (¼ farinha de mandioca, ¾ de farinha de milho)

azeitonas verdes ou pretas (deixe algumas inteiras para decorar e pique as restantes)
ervilhas frescas, congeladas ou em lata

1 lata pequena de palmito picado ou em rodelas (deixe um pouco para decorar)

4 ovos cozidos

rodelas de tomate para decorar

 

 

Modo de Preparar :

Leve a panela ao fogo. Quando estiver aquecida, coloque umas 4 colheres de sopa de azeite. Junte a cebola e o alho picado e refogue, até que a cebola esteja transparente. Junte o molho de tomate e deixe ferver. Tempere com o caldo concentrado, a páprica, a pimenta e o sal (prove antes, pois os concentrados costumam ter sal), mas lembre-se que o sal do molho vai salgar também a farinha. Quando já tiver fervido por uns 5 minutos, junte as ervilhas, o palmito e o camarão. Deixe cozinhar por exatos 7 minutos, depois que voltar a abrir fervura. Não deixe mais que isso, pois os camarões perdem sua textura. Junte o coentro e as azeitonas, imediatamente antes de lançar as farinhas. Despeje as farinhas sobre o molho e mexa. Não se preocupe que não empelota, principalmente se usar uma panela de boca larga, com bastante espaço para revirar a massa que se forma. Quando revirar, verá que tomará o aspecto de um farofão, meio seco, nada parecido com o cuscuz. Aí está o segredo: Se colocamos muito molho de tomate, o cuscuz fica vermelho demais, muito escuro, então, coloca-se água para dar o ponto. Vá colocando aos poucos, pois deve ficar uma massa pesada e não um pirão. Mexa a massa por alguns minutos, até que a farinha tenha gosto de cozida. Veja o ponto: a massa deve soltar da panela, isso, no entanto, não quer dizer que está pronta. Tem que provar, mesmo. Aproveite e veja se não está faltando sal e regue com mais azeite. Está na hora de preparar a decoração do cuscuzeiro. Primeiro, unte com azeite a forma e disponha rodelas de ovo cozido, azeitonas e rodelas de tomate. Coloque as pontas das claras cozidos que não for usar, na massa do cuscuz. Coloque a massa no cuscuzeiro, distribuindo bem. Comprima a massa, conforme a estiver colocando, por camadas. Pode usar uma colher, mas o melhor, mesmo, são as mãos, um utensílio deveras útil, na cozinha. Vire o cuscuz sobre uma travessa. Se quiser, pode dispor folhas de alface sobre a travessa, antes de virar o cuscuz, para decorar.

 

Fonte:

 

http://www.sitesnobrasil.com/notas/2008/agosto/receita-cuzcuz-paulista.htm

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos