Oftalmologia/Olhos - Trauma ocular ocupacional por corpo estranho superficial
Esta página já teve 113.895.823 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.868 acessos diários
home | entre em contato
 

Oftalmologia/Olhos

Trauma ocular ocupacional por corpo estranho superficial

25/05/2009

Arquivos Brasileiros de Oftalmologia

 

Arq. Bras. Oftalmol. vol.66 no.1 São Paulo Jan./Feb. 2003

doi: 10.1590/S0004-27492003000100011 

Trauma ocular ocupacional por corpo estranho superficial

 

Work-related eye trauma due to superficial foreign body

 

 

Fernando Antônio de Macedo LealI, 1; Arthur Pereira da Silva e FilhoII, 2; Daniela Martins NeivaIII, 3; Josilene Carvalho Soares LearthIV, 4; Durwagner Barros da SilveiraV, 5

IResidente do terceiro ano.
IIResidente do primeiro ano.
IIIResidente do segundo ano.
IVMédica oftalmologista.
VProfessor adjunto.

Endereço para correspondência

 

 


RESUMO

OBJETIVO: Estudar a ocorrência de trauma ocular provocado por corpos estranhos superficiais durante a realização de atividades ocupacionais.
  MÉTODOS: Estudo prospectivo de pacientes portadores de trauma ocular ocupacional atendidos no serviço de urgência do Hospital Getúlio Vargas (HGV) / Universidade Federal do Piauí (UFPI), no período de outubro de 1997 a março de 1999. Os seguintes dados foram coletados: idade, sexo, profissão, olho afetado, atividade realizada durante o trauma, natureza do corpo estranho, localização do mesmo e doença ocorrida.
  RESULTADOS: Foram estudados 713 pacientes, sendo 686 (96,21%) do sexo masculino e 27 (3,79%) do sexo feminino. Os pacientes foram acometidos principalmente na terceira década de vida, correspondendo a um total de 312 pacientes (43,75%). Com relação à atividade desenvolvida durante o trauma, 158 pacientes (22,16%) eram metalúrgicos, 153 (21,46%) serralheiros e 126 (17,67%) mecânicos. No tocante ao corpo estranho, 489 (68,58%) eram ferro e 47 (6,59%) outros metais. Referente a localização, 587 corpos estranhos (81,64%) estavam localizados na córnea, 75 (10,43%) na conjuntiva tarsal e 49 (6,81%) na conjuntiva bulbar. Além dos corpos estranhos 361 (48,39%) dos pacientes apresentaram abrasão córneo-conjuntival.
CONCLUSÃO: O corpo estranho superficial é importante causa de trauma ocular ocupacional. A atividade desenvolvida principalmente por indivíduos do sexo masculino na metalurgia, serralheria e mecânica foi a principal causa do trauma, sendo o ferro e outros metais os mais freqüentes corpos estranhos encontrados.

Descritores: Acidentes de trabalho; Corpos estranhos no olho; Traumatismos oculares/epidemiologia; Equipamentos de proteção; Córnea/lesões; Cegueira/prevenção e controle


ABSTRACT

PURPOSE: To study the prevalence of superficial ocular trauma due to foreign bodies in patients during occupational activities.
METHODS: Prospective study of patients with occupational ocular trauma diagnosed at the Hospital Getúlio Vargas (HGV) / Universidade Federal do Piauí (UFPI), from October 1997 to March 1999. The following data were obtained: age, gender, occupation, affected eye, activity performed at the time of the trauma, nature and localization of the foreign body and posterior complications.
RESULTS: 713 patients were studied, of whom 686 (96.21%) were males and 27 (3.79%) were females. The patients were affected mainly in the third decade of life, corresponding to 312 patients (43.75%). In relation to the activity performed during the trauma, 158 patients (22.16%) were metallurgists, 153 (21.46%) locksmiths and 126 (17.67%) mechanics. Concerning the foreign body, 489 (68.58%) were iron and 47 (6.59%) were other metals. Regarding localization, 587 foreign bodies (81.64%) were in the cornea, 75 (10.43%) in the tarsal conjunctiva, 49 (6.81%) in the bulbar conjunctiva. In addition to the foreign bodies 361 (48.38%) patients presented corneo-conjunctival abrasion.
CONCLUSION: The superficial foreign body is an important cause of occupational ocular trauma. The most frequent component was iron, and the patients were mainly metallurgists, locksmiths and mechanics, males in their thirties.

Keywords: Occupational accidents; Eye foreign bodies; Eye injuries/epidemiology; Protective devices; Cornea/injuries; Blindness/prevention and control

 

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-27492003000100011

 

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos