- Os Alimentos importantes na TPM
Esta página já teve 132.576.520 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.698 acessos diários
home | entre em contato
 

Nutrologia/Alimentos/Nutrição

Os Alimentos importantes na TPM

26/05/2009

A tensão pré-menstrual é caracterizada por um conjunto de sintomas físicos, psíquicos e comportamentais que interferem a qualidade de vida, o cotidiano e a vida social de muitas mulheres.

Na literatura são descritos mais de 150 sintomas e os mais relatados são: ansiedade, irritabilidade, agressividade, depressão, dificuldade de concentração intelectual e indecisão, alteração do apetite, com forte tendência para determinados alimentos, transtornos do sono, modificação dos hábitos sexuais, acne, enxaqueca, dor nas mamas, retenção hídrica, aumento de peso, cólicas, edema de membros inferiores, náuseas, vômitos, dores musculares, cansaço físico, etc. Os sintomas podem manifestar-se isolados ou em associação são variáveis quanto sua intensidade, desde intenso num ciclo, até inexistente no outro; e desaparecem, quase sempre e repentinamente, ao instalar-se o fluxo menstrual.

A existência da TPM apenas nos anos de fertilidade da mulher fez aceitar que as oscilações hormonais desempenham um papel de grande importância nesta patologia.

Existem 4 tipos de TPM

Tipo A: prevalece os sintomas de ansiedade, irritabilidade e oscilações do humor.

Evitar: café, refrigerantes à base de cola, chá mate, chá preto, chocolate e álcool.

Alimentos que podem ajudar: aqueles ricos em cálcio (leite e derivados preferencialmente desnatados, vegetais verdes folhosos, tofú, gergelim) e vitamina B6 (pães a base de farinha integral, grãos integrais, levedo de cerveja, frango, banana, etc).

Tipo C: prevalece os sintomas de aumento de apetite, compulsão por alimentos doces, cansaço físico e enxaqueca.

Evitar: açúcar, chocolate, álcool, alimentos muito gordurosos (frituras, carnes empanadas, maionese, massa folhada).

Alimentos que podem ajudar: carboidratos complexos (pães e biscoitos integrais, cereais integrais, aveia, macarrão e arroz preferencialmente integrais, batata, mandioquinha, frutas) com proteínas magras (filé mignon, peito de peru, peito de frango sem pele, omelete de claras, atum e salmão grelhados, leite de derivados desnatados, etc), alimentos ricos em magnésio (banana, salmão, feijão, lentilha, vegetais verdes, avelã, aveia, beterraba, abacate, feijão, abacaxi, manga, milho, etc).

Tipo H: prevalece os sintomas de inchaço (retenção hídrica), ganho de peso e dor nas mamas.

Evitar: sal, enlatados, alimentos em conserva, alimentos defumados, embutidos (salsicha, lingüiça, frios), molhos prontos.
Alimentos que podem ajudar: Levedura de cerveja e alimentos diuréticos (abacaxi, melancia, pêra, melão, morango, agrião, alface, broto de feijão, escarola, couve, folhas de beterraba, chuchu, pepino, salsinha e também chá verde e água de coco).

Tipo D: prevalece os sintomas de depressão, choro, confusão, insônia e perda de memória.

Evitar: cafeína em excesso e álcool.

Alimentos que podem ajudar: de 1 a 3 xícaras de café, doces light e diet com moderação.

Além dessas dicas aumente o consumo de água ou chá verde ao longo do dia; prefira as ervas para temperar suas
refeições; coma no mínimo 3 frutas ao dia; aumente o consumo de nutrientes como cálcio, vitamina B6, magnésio e ácidos graxos essenciais; pratique atividade física regular que libera endorfina, melhora seu humor, alivia as tensões típicas deste período, melhora sua disposição física e resistência; se possível faça massagens do tipo drenagem linfática.

O ideal é seguir essas dicas durante o mês todo, mas se não for possível, iniciar por volta de 10 e 15 dias antes da menstruação.

O tratamento dietético deve ser individualizado e orientado por um profissional nutricionista, pois depende do tipo de TPM e de uma série de fatores para ser elaborado de maneira correta. Deve-se levar em conta fatores como: idade, peso, atividades físicas, sintomas apresentados, etc.

Não esqueça da mesma forma que alguns alimentos podem auxiliar no combate da TPM, existem aqueles que pioram os sintomas. Os grandes vilões são ricos em açúcar, gordura, álcool, sal e cafeína.

Fonte http://bbel.uol.com.br/artigo/nutricao/alimentos_e_tpm.aspx

 

Fonte:

 

http://www.almanaqueculinario.com.br/noticias/alimentos-e-tpm-522.html

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos