-
Esta página já teve 133.109.146 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.664 acessos diários
home | entre em contato
 

Pediatria/Criança

Biodisponibilidade do ferro como fator de proteção contra anemia entre crianças de 12 a 16 meses

25/07/2009

Jornal de Pediatria

 

J. Pediatr. (Rio J.) v.83 n.1 Porto Alegre jan./fev. 2007

doi: 10.1590/S0021-75572007000100007 

ARTIGO ORIGINAL

 

Biodisponibilidade do ferro como fator de proteção contra anemia entre crianças de 12 a 16 meses

 

 

Márcia Regina VitoloI; Gisele Ane BortoliniII

IDoutora. Programa de Pós-Graduação, Fundação Faculdade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre (FFFCMPA), Porto Alegre, RS
IIMestranda, Programa de Pós-Graduação, FFFCMPA, Porto Alegre, RS

Correspondência

 

 


RESUMO

OBJETIVO: Este estudo investiga os fatores dietéticos determinantes da ausência de anemia entre lactentes de famílias de baixo nível socioeconômico submetidos a um programa de intervenção nutricional, bem como a adequação do consumo de ferro de acordo com as recomendações.
METODOLOGIA: O estudo compreendeu 369 crianças pertencentes a uma coorte do município de São Leopoldo (RS), as quais foram randomizadas ao nascimento para constituírem dois grupos: intervenção e controle. O grupo intervenção foi submetido a orientações dietéticas no primeiro ano de vida, com visitas domiciliares mensais, e o grupo controle foi visitado aos 6 e 12 meses, sem intervenção dietética. Ao final do primeiro ano de vida, realizou-se inquérito alimentar recordatório de 24 horas. O diagnóstico de anemia foi determinado pelo nível de hemoglobina inferior a 11 g/dL. As dietas das crianças foram classificadas de acordo com a biodisponiblidade do ferro presente.
RESULTADOS: A prevalência de anemia encontrada neste estudo foi de 63,7%. A proporção de crianças com consumo adequado em relação às recomendações foi estatisticamente mais elevada no grupo sem anemia (26,8%) do que no grupo com anemia (17,7%). As crianças que não apresentaram anemia mostraram maior consumo de ferro (p = 0,019), vitamina C (p = 0,001), densidade energética no jantar (p = 0,006), densidade de ferro por 1.000 calorias (p = 0,045), e 16,3% delas apresentaram dieta com alta biodisponibilidade em ferro (p = 0,002).
CONCLUSÕES: A prática alimentar que garante alta biodisponibilidade de ferro protege a criança contra anemia e pode ser usada como proposta de intervenção na rede básica de saúde e no âmbito das secretarias municipais de educação infantil.

Palavras-chave: Anemia, biodisponibilidade, ferro, saúde da criança.

 

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0021-75572007000100007&lng=pt&nrm=iso

 

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos