-
Esta página já teve 134.683.636 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.667 acessos diários
home | entre em contato
 

Câncer/Oncologia/Tumor

Comparação dos Marcadores Específicos de Células Basais, 34 Beta E12 e p63, no Diagnóstico do Câncer de Próstata

24/08/2009

 

Am J Surg Pathol 26(9):1161-8, 2002
27/04/2009


 

O anticorpo 34betaE12 (citoceratina específica de células basais) é amplamente utilizado para auxiliar no diagnóstico de câncer em biópsias prostáticas por agulha (BPA) e ressecções prostáticas transuretrais (RTU) em casos inconclusivos. Uma vez que o carcinoma prostático é desprovido de células basais, a ausência destas, determinada pela imuno-histoquímica com o anticorpo 34betaE12, pode auxiliar na confirmação de um caso histologicamente suspeito. No entanto, resultados falso-negativos ocorrem devido a marcação citoplasmática focal, tornando o diagnóstico definitivo difícil. O p63, um marcador de células basais recentemente identificado, homólogo do p53, marca os núcleos das células basais mas não os núcleos das células secretoras. O objetivo deste estudo é determinar se o anticorpo p63 oferece alguma vantagem clinicamente útil sobre o anticorpo 34betaE12 no diagnóstico de lesões prostáticas atípicas desafiadoras. Foram testados 94 casos, correspondendo a 25 BPA e 2 RTU consecutivos com focos atípicos suspeitos, 55 BPA de carcinoma prostático histologicamente inequívocos e 12 RTU de hiperplasia prostática benigna, utilizando os anticorpos monoclonais 34betaE12 e 4A4 anti-p63. Foram avaliadas: a intensidade da marcação de células basais; a percentagem de glândulas com células basais positivas em focos benignos, malignos e atípicos e o número de glândulas benignas sem imunomarcação. Foram diagnosticados como carcinoma 67 casos de BPA e 1 de RTU, 1 proliferação atípica de pequenos ácinos, 10 benignos e 4 casos foram excluídos por causa de perda de tecido nos cortes durante o processamento. Nenhum dos 67 casos de carcinoma demonstrou imuno-reatividade com os anticorpos 34betaE12 ou p63 (100% específico). Enquanto 57 de 108 (53%) fragmentos de BPA de 78 casos demonstraram um percentual similar de marcação de células basais com ambos anticorpos, 45 de 108 (41%) fragmentos de BPA demonstraram uma maior percentagem de células basais em glândulas benignas marcadas com anticorpo P63. Apenas 6 de 108 fragmentos de BPA (6%) tiveram percentual maior de células basais marcando com o anticorpo 34betaE12 (Wilcoxon Signed Rankt Test, P<0.0001). A ausência de marcação de células basais em mais de duas glândulas benignas ocorreu em 25 de 108 (23%) e em 10 de 108 (9%) fragmentos de BPA, marcados com os anticorpos 34betaE12 e p63, respectivamente. Na grande maioria dos casos atípicos a diferença de marcação com ambos anticorpos não foi clinicamente significante, exceto em 2 de 27 casos (7%) onde o p63 foi superior ao 34betaE12. Nestes casos o p63 demonstrou marcação descontínua porém intensa em glândulas atípicas e glândulas benignas adjacentes enquanto o anticorpo 34betaE12 falhou em identificar adequadamente esta área crítica. Nos 12 casos de RTU a percentagem média de positividade das células basais nas glândulas benignas foi de 75% e 95% com o 34betaE12 e o P63, respectivamente (p=0.006). A ausência de marcação das células basais em mais de duas glândulas ocorreu em 12 de 12 (100%) e 2 de 12 (17%) RTU, marcadas com os anticorpos 34betaE12 e P63, respectivamente (p<0.0001). Concluindo: os anticorpos 34betaE12 e p63 são altamente específicos para células basais, logo são negativos em áreas de carcinoma de próstata. O anticorpo p63 é mais sensível do que o 34betaE12 na marcação de células basais benignas, particularmente em material de RTU, oferecendo discreta vantagem sobre o 34betaE12 em casos de difícil diagnóstico. O p63 pode ser utilizado como uma alternativa para lesões prostáticas difíceis.

Referência bibliográfica: Am J Surg Pathol 26(9):1161-8, 2002
 
 
 
Do site colaborador:
 
 
 
 
 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos