- O peso e os ossos dos adolescentes
Esta página já teve 133.098.842 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.666 acessos diários
home | entre em contato
 

Obesidade:Adulto/Infantil/Bariátrica

O peso e os ossos dos adolescentes

27/08/2009

O peso e os ossos dos adolescentes

Pesquisa FAPESP -  
© Aline de oiano/ Unifesp
 
 
Acima do peso:esqueleto mais frágil em jovens
Sobrepeso e osteoporose podem ter ligação direta. Embora se acredite que a sobrecarga causada por altos índices de massa corpórea  minimize a perda óssea, estudos revelam que os ossos se tornam mais frágeis porque hormônios sexuais se modificam nas células de gordura – quanto mais gordura, menos massa óssea. Em adultos a obesidade está ligada a um aumento da densidade de minerais nos ossos e um risco menor de fraturas da bacia em mulheres pós-menopausa. Em adolescentes, que ainda estão crescendo, as relações são mais refinadas, de acordo com um estudo de Wagner Prado e Aline de Piano coordenado por Ana Dâmaso, da Universidade Federal de São Paulo (Journal of Bone and Mineral Metabolism). Análises de sangue e de ossos de 109 adolescentes (41 rapazes e 68 moças) de 13 a 18 anos com sobrepeso indicaram uma relação inversa entre níveis de insulina e de resistência à insulina com a densidade mineral óssea. Do mesmo modo, nos rapazes obesos que participaram desse estudo, quanto maiores as taxas de leptina, hormônio que reduz o apetite e acelera o metabolismo, menor a quantidade de minerais nos ossos – portanto, maior o risco de osteoporose, uma doença característica dos idosos, em jovens.
 
 
Fonte: http://www.revistapesquisa.fapesp.br
 
 
Fonte:
 
http://www.humanaalimentar.com.br/humana/pt/index.php?acesso=detProfissionalSaude.php&vars=codprofissional_saude=7
 
 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos