-
Esta página já teve 133.069.081 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.665 acessos diários
home | entre em contato
 

Pediatria/Criança

Dieta cetogênica no tratamento das epilepsias graves da infância: percepção das mães

15/09/2009

Revista de Nutrição

 

Rev. Nutr. vol.16 no.2 Campinas April/June 2003

doi: 10.1590/S1415-52732003000200007 

ORIGINAL | ORIGINAL

 

Dieta cetogênica no tratamento das epilepsias graves da infância: percepção das mães

 

Ketogenic diet in the treatment of intractable epilepsy in children: mothers view

 

 

Alexsandra ToméI; Suely Teresinha Schmidt Passos de AmorimII, *; Deise Regina Baptista MendonçaII

IPós-graduanda em Nutrição Clínica, Universidade Federal do Paraná
IIDepartamento de Nutrição, Universidade Federal do Paraná. Rua Prof. Lothário Meissner, 3400, Jardim Botânico, 80210-170, Curitiba, PR, Brasil

 

 


RESUMO

Este estudo teve como propósito perceber os sentimentos e dificuldades de mães de crianças com epilepsia resistente ao tratamento medicamentoso em relação à adoção e ao seguimento da dieta cetogênica, bem como auxiliar a influência dessa dietoterapia na rotina familiar. A metodologia utilizada foi a da pesquisa qualitativa, tendo como técnica de coleta de dados a entrevista semi-estruturada, realizada com três mães atendidas pelo Centro de Neuropediatria do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. Em virtude das características da dieta cetogênica, os resultados mostram que o período inicial, o da sua adoção, é bastante difícil, tanto para a criança como para toda a sua família. Entretanto, com a diminuição das crises epilépticas e a adaptação ao tratamento, uma mudança de sentimentos é observada. O estudo revela também a importância da atuação de profissionais, não apenas com competência técnica mas também com sensibilidade e empatia, no apoio às famílias das crianças em tratamento.

Termos de indexação: dieta cetogênica, epilepsia, atuação profissional, criança.


ABSTRACT

The purpose of this study was to identify the feelings and difficulties experienced by mothers of children with drug-resistant epilepsy concerning the adoption of the ketogenic diet and its follow-up, as well as to evaluate the influence of this dietotherapy on the family routine. The qualitative research methodology was used, and data were collected through semi-structured interview, carried out with three mothers who attended the Neuropediatrics Center of the Clinical Hospital of the Federal University of Paraná, Brazil. Because of the characteristics of the ketogenic diet, the results show that the initial period, corresponding to the phase of adoption, is very difficult, for both the child and all the family. However, with the decrease in the epileptic crises and the adaptation to the treatment, a change in the feelings is observed. The study also reveals the importance of the performance of the professional, who should act not only with technical competence but also with sensibility and empathy, giving support to the families of children under treatment.

Index terms: ketogenic diet, epilepsy, professional performance, child.

 

 

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-52732003000200007&lng=en&nrm=iso

 

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos