-
Esta página já teve 132.570.473 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.696 acessos diários
home | entre em contato
 

Nutrologia/Alimentos/Nutrição

Concentrações de sódio em bebidas carbonatadas nacionais

20/10/2009

Ciência e Tecnologia de Alimentos

 

Ciênc. Tecnol. Aliment. vol.23 no.3 Campinas Sept./Dec. 2003

doi: 10.1590/S0101-20612003000300021 

 

 

Sodium concentrations in Brazilian soft drinks

 

 

Cristhiane Caroline FerrariI; Lucia Maria Valente SoaresII, *

IDepartamento de Ciência de Alimentos, Faculdade de Engenharia de Alimentos, Universidade Estadual de Campinas
IIDepartamento de Ciência de Alimentos, Faculdade de Engenharia de Alimentos, Universidade Estadual de Campinas, Caixa Postal 6121, CEP 13081-970 Campinas, S.P. E-mail: valente@fea.unicamp.br

 

 


RESUMO

O consumo de bebidas carbonatadas no Brasil é elevado e não existem dados sobre os teores de sódio neste tipo de bebida comercializada no país. O presente trabalho examinou 97 amostras de refrigerantes compreendendo 14 marcas e 7 tipos de bebidas (cola, guaraná, limão, laranja, uva, soda e água tônica). Os teores de sódio encontrados variaram de 19 a 202mg Na/L. As bebidas adoçadas com açúcar apresentaram uma média de 74 ± 13mg Na/L e as bebidas com adoçantes artificiais, uma média de 151 ± 39mg Na/L. Portanto, os refrigerantes adoçados artificialmente fornecem cerca de duas vezes o teor de sódio das bebidas adoçadas com açúcar. Como conseqüência, um consumidor médio de refrigerantes (259mL/dia) poderá ingerir por dia cerca de 19mg de sódio provenientes do refrigerante, caso consuma bebidas adoçadas com açúcar enquanto que, o consumidor médio que preferir bebidas do tipo "light" estará ingerindo aproximadamente 39mg Na/dia. Já o grande consumidor de refrigerantes (2L/dia) ao preferir os adoçados artificialmente estará ingerindo cerca de 300mg Na/dia provenientes deste tipo de bebida. Tal fato deve ser levado em consideração por pessoas com recomendação de dieta hipossódica.

Palavras-chave: sódio; bebidas carbonatadas.


SUMMARY

High intakes of sodium have been pointed out as one of the causes of high blood pressure. Carbonated drinks are highly consumed in Brazil but there is no data on their levels of sodium. The present work analyzed 97 samples, encompassing 14 brands and 7 types of soft drinks (cola, guaraná, lemon, orange, grape, soda and tonic water). The sodium concentrations varied between 19 and 202mg Na/L. The beverages sweetened with sugar exhibited an average of 74 ± 13mg Na/L while the artificially sweetened drinks had an average 151 ± 39mg Na/L. This means that the "light" carbonated beverages contain twice the amount of sodium of the ones sweetened with sugar. An average soft drink consumer in Brazil (259mL/day) may ingest about 19mg of sodium from the beverage if he prefers sugar sweetened types and 39mg Na/day in case he prefers the light types. On the other hand, a heavy consumer (2L/day) would ingest about 300mg Na/day only from soft drinks and this should be taken into consideration by persons under low sodium diet.

Keywords: sodium; non-alcoholic beverages.

 

 

 

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0101-20612003000300021&script=sci_arttext

 

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos