-
Esta página já teve 133.107.327 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.663 acessos diários
home | entre em contato
 

Obesidade:Adulto/Infantil/Bariátrica

Traço e estado de ansiedade em mulheres obesas

18/11/2009

Psicol. hosp. (São Paulo) v.2 n.2 São Paulo dez. 2004

ARTIGOS ORIGINAIS

 

Traço e estado de ansiedade em mulheres obesas

 

Trace and state of anxiety in obese women

 

 

Cláudio Garcia Capitão1; Renata Raveli Tello2

Endereço para correspondência

 

 


RESUMO

A obesidade, atualmente um dos maiores problemas de Saúde Pública, traz inúmeras complicações para a saúde física e mental das pessoas. Perder peso é uma tarefa difícil, que depende não só de dieta, mas também de aumento das atividades físicas e de acompanhamento psicológico. O objetivo desse estudo foi verificar se mulheres obesas apresentam traço e estado de ansiedade acima do esperado. Participaram da pesquisa 20 mulheres obesas com IMC entre 30 e 40, na faixa etária compreendida entre 25 e 45 anos, que pertenciam a um grupo de reeducação alimentar e controle de peso de uma instituição de saúde da cidade de São Paulo. Foi utilizado o Inventário de Ansiedade Traço-Estado (IDATE); as aplicações foram realizadas individualmente. Os resultados mostraram que o instrumento utilizado não conseguiu detectar a existência de uma relação clara entre a obesidade e traço e estado de ansiedade, mas apresentaram altos índices de apatia.

Palavras-chave: Ansiedade, IDATE, Obesidade.


ABSTRACT

Obesity, at present one of the biggest issues of Public health, brings about a number of complications for both physical and mental health of people. Losing weight is a difficult task depending not only on dieting but on an increase of physical activities and psychological assistance as well. The present study focuses on establishing whether obese women presented anxiety trace and state higher than expected. Participants of the research were 20 obese women with Body Mass Index (BMI) between 30 and 40, age group from 25 to 45, members of an eating reeducation program of a health institution in São Paulo City. The Trace State Anxiety Inventory (IDATE) was used, and applications were individual. Results showed that such an instrument did not succeed in detecting the existence of a clear relationship between anxiety trace and state and obesity, but presented high levels of apathy.

Keywords: Anxiety, IDATE, Obesity.

 

 

http://pepsic.bvs-psi.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-74092004000200002&lng=pt&nrm=iso

 

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos