-
Esta página já teve 133.086.050 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.664 acessos diários
home | entre em contato
 

Arte/Cultura/Diversão/Agenda

Associação dos Amigos da Pinacoteca

23/02/2010
CEDOC 

Acervo

Associação dos Amigos da Pinacoteca

Como local educativo e cultural, o museu público de arte tem a responsabilidade de zelar por seu patrimônio e participa-lo à sociedade. O contato com a arte, porém não se faz adequadamente sem um instrumento importante: a informação. Por isso, a Pinacoteca conta com uma biblioteca especializada em Artes Visuais – a Biblioteca Walter Wey, e com um Centro de Documentação e Memória, no qual estão reunidos documentos que traçam a história da Pinacoteca e suas realizações.

A Biblioteca da Pinacoteca do Estado foi criada oficialmente pelo Decreto 52.559 de 12/11/1970, inicialmente para atender às necessidades da própria instituição. Em dezembro de 1998 foi nominada “Biblioteca Walter Wey”, em homenagem ao diretor do museu nos anos de 1971 a 1975. Em abril de 2006 ganha novo espaço, maior e mais adequado, situado no primeiro andar da Estação Pinacoteca.

O acervo é voltado totalmente para as artes plásticas e visuais, sendo composto por mais de 30 mil títulos nacionais e internacionais, entre livros, catálogos, hemeroteca, periódicos, álbuns e calendários.

As informações sobre as atividades do museu são organizadas em pastas na hemeroteca, com artigos de jornais e revistas sobre eventos focalizados a partir de 1911.

Destaca-se igualmente o segmento da coleção de trabalhos artísticos da Pinacoteca, com o material de pesquisa organizado em pastas referentes aos artistas que possuem obras no acervo, incluindo depoimentos, recortes, catálogos, convites e folders, além de arquivo de documentação pessoal, que reúne carteiras de identidade, diplomas, medalhas, entre outros.

O conjunto está disponível para consulta no local e atende desde alunos do ensino fundamental a pesquisadores, bem como interessados na história da arte brasileira em geral. Encontra-se em processo de informatização, a fim de possibilitar maior conforto e eficiência na pesquisa.

Endereço e horários
Largo General Osório, 66
CEP 01213-010
Telefone: (11) 3335.4990, ramal 24
Terça a sexta-feira das 10h às 17h30
Sábados e feriados 10h às 13h e das 14h às 17h30




Criado em 2005 com o apoio da Vitae, no centésimo aniversário da fundação da Pinacoteca, o Cedoc possibilita o acesso às diversas etapas da trajetória do museu. Sua implantação insere-se no bojo de um pensamento museológico contemporâneo, que considera a reconstituição da memória uma das metas fundamentais e uma missão da instituição. Disponibilizando um variado e rico conjunto de documentos textuais e iconográficos, além de objetos e publicações da própria Pinacoteca, entre livros e catálogos de exposições, o centro democratiza o acesso à história do mais antigo museu de artes plásticas da cidade, e dá transparência às suas ações e às suas práticas.

Cabe ao Centro de Documentação e Memória recolher sistematicamente toda sorte de documentos gerados por cada setor do museu, para avaliar, classificar, higienizar, informatizar e acondicionar no arquivo deslizante e nas mapotecas, onde estarão à disposição dos pesquisadores. Quando necessário, são realizadas também pequenas intervenções de restauro para estabilização de documentos deteriorados.

Acervo

Hoje o Cedoc conta com um banco de dados plenamente funcional, com cerca de 16 mil registros e 250 mil campos de informação recuperáveis. São mais de 30 mil fotografias em diferentes suportes, além de correspondências, relatórios, publicações, objetos, processos, atas e books (dossiês de exposições) que materializam a trajetória histórica do museu. Mantidos em arquivos deslizantes, são rapidamente localizados após a pesquisa no banco de dados.

O Cedoc oferece outras ferramentas de pesquisa, como uma lista histórica de exposições e a cronologia completa e constantemente atualizada da Pinacoteca, desde a fundação até os dias de hoje. O centro também realiza atividades de pesquisa, apoiando os núcleos relacionados da instituição e criando novas ferramentas de acesso à sua história. Atualmente, está desenvolvendo um programa de história oral da Pinacoteca, que visa registrar depoimentos de ex-colaboradores do museu.

Consultas e visitas técnicas

Aberto à consulta pública com agendamento prévio pelo telefone 3337.0185, ramal 34, ou pelos e-mails gmoore@pinacoteca.org.br e rleite@pinacoteca.org.br . O centro dispõe de uma equipe de técnicos especializados para atender e orientar a pesquisa dos consulentes externos e dos funcionários da Pinacoteca, para os quais não é necessário agendar horário.

Centro de Documentação e Memória
Largo General Osório, 66
CEP 01213-010
Telefone: (11) 3335.4990
Terça a sexta-feira das 10h às 17h30
 
Fonte:
 
 
 
 
 
 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos