-
Esta página já teve 134.642.103 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.669 acessos diários
home | entre em contato
 

Nutrologia/Alimentos/Nutrição

Aplicação do ângulo de fase na prática clínica nutricional

14/04/2010

RESUMO

A determinação do melhor método para classificar o estado nutricional de pacientes internados é um importante desafio em nutrição clínica. O objetivo da presente revisão é descrever e discutir a aplicação do ângulo de fase na prática clínica nutricional. O Ângulo de Fase (AF) é um parâmetro obtido a partir da Análise por Impedância Bioelétrica (Bioelectrical Impedance Analysis – BIA), derivado da relação entre as medidas de Resistência (R) e Reatância (Xc), relacionado como índice prognóstico e indicador nutricional. O ângulo de fase vem sendo considerado como marcador prognóstico em algumas condições clínicas, sugerindo que pode ser uma importante ferramenta para avaliar resultados clínicos e para monitorar a progressão de doenças. Alguns estudos sugerem que o ângulo de fase possa ser uma ferramenta sensível para avaliar o estado nutricional e a efetividade das intervenções dietoterápicas. A relação do AF com a desnutrição é controversa na literatura, pois não há consenso se valores baixos podem ser interpretados como desnutrição. Embora o significado biológico do ângulo de fase não esteja claramente entendido, existem evidências quanto a sua confiança e relevância; bem como sua utilidade como índice prognóstico de sobrevivência e indicador nutricional em diversas situações clínicas.

ABSTRACT

The determination of the best method to classify the nutritional state of interned patients is an important challenge in clinical nutrition. The objective of the present revision is to describe and to argue for the application of the phase angle in the practice of clinical nutrition. The Phase Angle (PA) is a parameter obta ned from the Bioelectrical Impedance Analysis (BIA), a derivative of the relationship between the measures of Resistance (R) and Reactance (Xc), and reported is a prognostic index and nutritional indicator. The phase angle has come to be considered as a prognostic marker in some clinical conditions, suggesting that it can be an important tool to evaluate clinical results and to monitor the progression of illnesses. Some studies suggest that the phase angle may be a sensitive tool to evaluate the nutritional state and the effectiveness of nutritional interventions. The interpretation of malnutrition is controversial in the literature, since there is no consensus over whether low values can be interpreted as malnutrition. Although the precise biological meaning of the phase angle is not understood, evidence for its reliability and clinical relevance exist, as well as its utility as a prognostic index of survival and a nutritional indicator in diverse clinical situations.

RESUMEN

La determinación del mejor método para clasificar el estado nutricional de pacientes internados es un desafío importante en la nutrición clínica. El objetivo de la actual revisión es describir y discutir el uso del ángulo de fase en la práctica de la nutrición clínica. El Ángulo de Fase (AF) es un parámetro obtenido del Análisis de la Impedancia Bioeléctrica (BIA), de un derivado de la relación entre las medidas de Resistencia (R) y de Reactancia (Xc), y divulgado como un índice pronóstico e indicador nutricional. El ángulo de fase ha venido ser considerado como marcador pronóstico en algunas condiciones clínicas, sugiriendo que puede ser una herramienta importante para evaluar resultados clínicos y para supervisar la progresión de enfermedades. Algunos estudios sugieren que el ángulo de fase pueda ser una herramienta sensible para aluar el estado nutricional y la eficacia de interventions alimenticios. La interpretación de la desnutrición es polémica en la literatura, puesto que no hay excedente del consenso si los valores bajos se pueden interpretar como desnutrición. Aunque el significado biológico exacto del ángulo de fase no se entiende, la evidencia para su confiabilidad y la importancia clínica existen, así como su utilidad como un índice pronóstico de la supervivencia e indicador nutricional de situaciones clínicas diversas.

 

Fonte:

 

http://www.sbnpe.com.br/revista/V23-N4-168.pdf

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos