-
Esta página já teve 134.690.845 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.664 acessos diários
home | entre em contato
 

Câncer/Oncologia/Tumor

Seattle Genetics vai submeter fármaco contra o linfoma à FDA

14/12/2010

 

 

Um ensaio piloto com um anticorpo oncológico experimental da Seattle Genetics e da Takeda Pharmaceutical para o tratamento do linfoma de Hodgkin revelou que mais de um terço dos doentes alcançaram a remissão completa da doença, avança a agência Reuters.

 

A Seattle Genetics também disse que espera pedir a aprovação do fármaco brentuximab vedotin à FDA (Food & Drug Administration), no primeiro trimestre do próximo ano, para os doentes com linfoma de Hodgkin ou linfoma anaplásico de grandes células (ALCL), que deixaram de responder a outras terapias.


"O nosso objectivo seria submeter o fármaco, no primeiro trimestre, ter uma revisão acelerada e estar no mercado em 2011," disse o CEO da Seattle Genetics Clay Siegall.

 

O estudo não comparou o brentuximab vedotin com outro medicamento, mas a taxa de remissão completa entre doentes com casos semelhantes tende a ser de apenas um dígito, acrescentou.

 

A Takeda está a discutir com os reguladores europeus uma possível aprovação no primeiro semestre de 2011.

 

A Seattle Genetics tinha dito, em Setembro, que 75% dos 102 participantes do ensaio alcançaram a remissão ou uma diminuição do tumor em pelo menos 50%. O estudo envolveu doentes que tinham deixado de responder ao tratamento padrão para o cancro linfático.

 

Os resultados completos – apresentados na reunião anual da Sociedade Americana de Hematologia, em Orlando, na Florida – incluíram algum tipo de redução do tumor em 94% dos doentes.

 

Os participantes do estudo responderam ao fármaco durante uma mediana de 29 semanas, de acordo com uma revisão independente. Entre aqueles que atingiram a remissão, a duração mediana da resposta ainda não tinha sido alcançada no acompanhamento médio de cerca de um ano.

 

A Seattle Genetics disse que os efeitos secundários graves observados no estudo incluíram neutropenia, ou níveis baixos de glóbulos brancos (20% dos doentes), neuropatia sensorial periférica (8%), baixa contagem de plaquetas (8%) e anemia (6%).

 

Fonte:

 

http://www.rcmpharma.com/news/11067/15/Seattle-Genetics-vai-submeter-farmaco-contra-o-linfoma-a-FDA.html

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos