Diabete/Diabetes -
Esta página já teve 133.084.328 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.664 acessos diários
home | entre em contato
 

Diabete/Diabetes

Implicações clínicas da persistência de anti-GAD positivo e peptídeo C detectável em pacientes com diabetes melito tipo 1 de longa duração

08/02/2011
Id: 554205 LILACS-Express
Autor: Serfaty, Fabiano Marcel; Dantas, Joana R; Almeida, Mirella H; Duarte, Juliana Domingues G; Kupfer, Rosane; Campos, Felipe; Zajdenverg, Lenita; Milech, Adolpho; Rodacki, Melanie; Oliveira, José Egídio Paulo de.
Título: Implicações clínicas da persistência de anti-GAD positivo e peptídeo C detectável em pacientes com diabetes melito tipo 1 de longa duração / GADA persistence and detectable C peptide in patients with long standing diabetes mellitus type 1
Fonte: Arq. bras. endocrinol. metab;54(5):449-454, 2010. graf, tab.
Idioma: Pt.
Resumo: OBJETIVO: Avaliar se anti-GAD positivo e PC detectável se correlacionam com a presença de outras doenças autoimunes, com controle glicêmico e com risco de retinopatia no diabetes melito tipo 1 (DMT1) > 3 anos de duração. PACIENTES E MÉTODOS: Cinquenta sujeitos com DMT1 foram entrevistados, realizaram fundoscopia e dosaram PC pré e pós-glucagon, HbA1C e anti-GAD. RESULTADOS: Pacientes anti-GAD+ (n = 17) apresentaram maior frequência de doenças autoimunes em relação aos demais (p = 0,02). PC detectável (n = 11) também foi associado ao aumento dessa prevalência (p = 0,03), porém nenhum dos dois parâmetros influenciou na presença de retinopatia diabética. PC detectável não influenciou no controle glicêmico (HbA1C média) (p = 0,28), porém as doses diárias de insulina foram mais baixas (0,62 vs. 0,91 U/kg/dia; p = 0,004) neste grupo. CONCLUSÃO: Apesar de não ser um marcador para outras doenças autoimunes, o anti-GAD+ parece ser não só um sinalizador de autoimunidade pancreática. PC detectável também parece ter papel promissor na detecção dessas comorbidades. Ambos não interferiram na presença de retinopatia, entretanto, o PC detectável se relacionou a menores necessidades de insulina.(AU)

OBJECTIVE: The aim of this study was to evaluate if GADA+ and detectable CP had any influence in other autoimmune diseases, glycemic control, and risks of retinopathy in diabetes mellitus type 1 (T1DM) lasting longer than 3 years of duration. SUBJECTS AND METHODS: Fifty T1DM subjects were interviewed, performed fundoscopic examination, and measured CP before and after glucagon, HbA1C, and GADA. RESULTS: GADA+ (n = 17) had a higher frequency of other autoimmune diseases when compared to GADA (p = 0.02). Detectable CP was also associated with a higher prevalence of these diseases (p = 0.03), although, retinopathy was not influenced by either one. Detectable CP had no influence in the glycemic control (mean HbA1C) (p = 0.28). However, insulin daily doses were lower in this group (0.62 vs. 0.91 U/kg/day; p = 0.004). CONCLUSION: Although not recommend as a marker of other autoimmune diseases, GADA+ seems to be not only a pancreatic autoimmunity signal. Detectable CP may also have some promising influence in detecting these diseases. Neither influenced the presence of retinopathy, but insulin daily requirements were smaller when CP was present.(AU)

 

Fonte:

 

http://bases.bireme.br/cgi-bin/wxislind.exe/iah/online/?IsisScript=iah/iah.xis&src=google&base=LILACS&lang=p&nextAction=lnk&exprSearch=554205&indexSearch=ID

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos