Vitaminas e antioxidantes - Universidade de Oxford descobre como a vitamina D interage com o DNA
Esta página já teve 132.508.070 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.703 acessos diários
home | entre em contato
 

Vitaminas e antioxidantes

Universidade de Oxford descobre como a vitamina D interage com o DNA

09/03/2011
Ciência e Tecnologia
24.08.2010

Universidade de Oxford descobre como a vitamina D interage com o DNA

Foram encontrados 2.776 sítios de ligação, concentrados em genes associados à suscetibilidade às doenças auto-imunes

Um estudo genético, liderado por pesquisadores da Universidade de Oxford, identificou mais de 200 genes que sofrem influência direta da vitamina D, cuja deficiência pode aumentar a suscetibilidade a uma ampla gama de doenças.

Estima-se que um bilhão de pessoas no mundo não tem quantidade suficiente de vitamina D e essa deficiência pode estar, em parte, relacionada à exposição insuficiente ao sol e, em alguns casos, à má alimentação.

Conhecida como um fator de risco para o raquitismo, há evidências que a falta de vitamina D também aumenta a suscetibilidade do indivíduo às condições auto-imunes, como a esclerose múltipla (MS), artrite reumatoide e diabetes 1, além de certos tipos de câncer e demência.

Os pesquisadores, neste estudo, conseguiram mostrar em que medida a vitamina D interage com nosso DNA. Eles usaram a tecnologia de sequenciamento para criar um mapa de ligação do receptor da vitamina D em todo o genoma.

Os cientistas encontraram 2.776 sítios de ligação para o receptor da vitamina D ao longo do genoma, que estavam concentrados perto de um número de genes associados à suscetibilidade para doenças auto-imunes, como a esclerose múltipla, a doença de Crohn, o lúpus e a artrite reumatoide e ao câncer, como leucemia linfocítica crônica e câncer colorretal.

A equipe também mostrou que a vitamina D teve um efeito significativo sobre a atividade de 229 genes, incluindo o IRF8, anteriormente associado com o MS, e o PTPN2, associado à doença de Crohn e ao diabetes tipo 1.

"Nosso estudo mostra a influência abrangente que a vitamina D exerce sobre a nossa saúde", diz Andreas Heger, da Universidade de Oxford e uma das autoras do estudo.

Para Sreeram Ramagopalan, outro autor, "há agora provas que sustentam a importância da vitamina D na suscetibilidade a uma série de doenças. Suplementos de vitamina D durante a gravidez e os primeiros anos de vida podem ter um efeito benéfico sobre a saúde de uma criança mais tarde. Alguns países, como a França, instituiu-a como medida de saúde pública de rotina".

A principal fonte de vitamina D vem da exposição da pele à luz solar, embora uma dieta rica em peixes oleosos também poder ser, também, outra fonte.

 
Fonte: Isaude.net
 
 
 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos