Imunologia/Imunidade -
Esta página já teve 133.098.993 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.666 acessos diários
home | entre em contato
 

Imunologia/Imunidade

Cientistas pretendem criar uma "vacina" que ativa o sistema imunológico para atacar células cancerosas microscópicas

01/10/2011

Imunoterapia pode ser nova arma no combate ao câncer de pâncreas

 

Um estudo atual realizado por pesquisadores do Baylor College of Medicine, nos Estados Unidos, está testando uma nova imunoterapia no combate ao câncer de pâncreas. O objetivo é criar uma "vacina" que possa ativar o sistema imunológico de uma pessoa, para atacar o câncer microscópico que pode ser eliminado depois que um tumor é removido, cirurgicamente.

"Quando as pessoas falam sobre o câncer de pâncreas é normalmente com uma perspectiva negativa," disse o pesquisador William Fisher. "Enquanto não acharmos uma cura não vamos desistir. Nossos médicos estão focados na tentativa de encontrar melhores tratamentos e colocando nossa energia para ter sucesso nessa investigação."

"Pacientes que passaram por cirurgia têm geralmente uma recorrência da doença. A doença está retornando, porque há células cancerosas microscópicas deixadas para trás que não podemos detectar e remover, completamente" , acrescentou Fisher.

A vacina funciona por meio da ativação de uma proteína que treina o sistema imunitário para lançar uma forte rejeição a quaisquer células de câncer pancreático remanescente.

"Os pesquisadores criaram a vacina, a partir de uma célula de câncer pancreático, que foi manipulada para expressar uma proteína que não é encontrada em seres humanos. Essa proteína faz com que o corpo a rejeite", disse Fisher. "É o mesmo princípio, através do qual o corpo rejeita objetos estranhos, tais como os órgãos transplantados, de modo que a vacina faz com que o sistema imunológico combata as células cancerosas."

"Estamos na fase inicial de algo muito interessante na pesquisa do câncer de pâncreas. Nós pretendemos sequenciar o genoma de tumores desse tipo de câncer. Isso vai ser realmente uma abordagem genômica personalizada para tratar a doença", concluiu Fisher.

Fonte:
 
 
 
 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos