Hipertensão/Pressão Alta - Diuréticos tradicionais são melhores para tratar hipertensão
Esta página já teve 114.410.550 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.803 acessos diários
home | entre em contato
 

Hipertensão/Pressão Alta

Diuréticos tradicionais são melhores para tratar hipertensão

28/06/2003



Os diuréticos tradicionais são mais eficazes e mais baratos que os medicamentos mais recentes contra a hipertensão e certas doenças cardíacas, segundo os resultados de um amplo estudo comparativo realizado nos Estados Unidos, publicado hoje no "Jama" (jama.ama-assn.org).

O estudo "demonstra que os diuréticos são a melhor opção médica e econômica para tratar a hipertensão e reduzem os riscos de complicações", afirmou o médico Claude Lenfant, diretor do Instituto Nacional do Coração, Rins e Sangue (NHBLI).

O estudo foi financiado em parte pelos Institutos Nacionais da Saúde (NIH) americanos.

"Numerosos medicamentos foram lançados no mercado para reduzir a hipertensão e o risco de enfermidades cardíacas, tendo sido até agora comparados com um placebo, mas não comparados entre si. No estudo, pudemos fazer as comparações e saber qual medicamento escolher para começar um tratamento", acrescentou Lenfant.

O estudo realizado nos Estados Unidos e no Canadá com um total de 42.418 pessoas de menos de 55 anos, acompanhadas durante cerca de cinco anos, permitiu comparar quatro tratamentos: um diurético (chlorthalidona), um inibidor de cálcio (amlodipina), um inibidor da enzima de conversão agiotensina (IECA, lisinopril) e um alfabloqueador (doxazosina).

A parte do estudo que utiliza o alfabloqueador foi interrompida em março de 2000 porque 25% dos pacientes que tomavam esse medicamento registraram acidentes cardíacos, e o risco de serem hospitalizados duplicou devido à insuficiência cardíaca em relação aos que consumiam diuréticos.

O diurético também teve resultados superiores aos de outras classes de medicamentos, para o tratamento da hipertensão e prevenção de acidentes cardíacos, segundo os resultados do estudo.

"Um médico deve começar o tratamento para a hipertensão com um diurético", estimou o médico Paul Whelton, vice-presidente para os estudos de saúde da Universidade Tulane em Nova Orleans.

"Os resultados também mostram que a maioria dos pacientes necessita de mais de um medicamento para controlar a pressão de forma satistatória, e que um dos medicamentos utilizados deve ser um diurético", acrescentou o médico.

Cerca de 24 milhões de americanos recebem tratamento para a hipertensão atualmente, segundo o estudo. O problema afeta quase a metade da população de mais de 60 anos e é o principal fator de risco de paradas cardíacas e de Acidente Vascular Cerebral.

1

France Presse


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos