- Enxaqueca
Esta página já teve 132.435.925 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.708 acessos diários
home | entre em contato
 

Enxaqueca/Cefaléia/Dor de cabeça

Enxaqueca

24/05/2012
A enxaqueca é uma doença crônica caracterizada por crises de dor de cabeça auto-limitadas devido a uma disfunção transitória do cérebro. Os sintomas da enxaqueca são de dor de cabeça geralmente do tipo pulsátil, latejante; tipicamente em um lado da cabeça, acompanhada de náusea, às vezes vômitos, e sensibilidade à luz e sons. É uma das cefaléias mais comuns na população geral, presente de 10 a 20% dos indivíduos. É uma das cefaléias mais incapacitantes, responsável por uma média de 4 dias de trabalho perdidos por ano nas pessoas acometidas. Existem modernos tratamentos para enxaqueca que levam a um ótimo controle da doença, bem como rápido alívio das crises de enxaqueca.
TIPOS DE ENXAQUECA

Existem vários tipos de enxaqueca, como a enxaqueca com aura, enxaqueca sem aura, enxaqueca cronica, enxaqueca episódica, enxaqueca menstrual, enxaqueca basilar, enxaqueca hemiplégica, aura sem enxaqueca


IMPACTO DA ENXAQUECA NA VIDA DAS PESSOAS
A enxaqueca afeta imensamente a qualidade de vida dos que sofrem e de seus familiares. A enxaqueca acomete 20% das mulheres e 10% dos homens, mas em determinadas faixas etárias, principalmente na fase mais produtiva, entre 30 e 50 anos, as enxaquecas podem acometer até  30% das mulheres. Em estudo epidemiológico feito recentemente no Brasil foi detectada a prevalência de 15,2% de enxaqueca no Brasil.      A enxaqueca é mais comum em pessoas da raça branca, seguida pela raça negra, e menos comum em orientais.
A enxaqueca é responsável por uma perda média de 4 dias de trabalho por ano nas pessoas acometidas, sendo uma das principais causas de falta ao trabalho. O impacto da enxaqueca também atinge atividades familiares, sociais e escolares. O seu custo indireto é estimado em 13 bilhões de dólares por ano nos estados unidos. Apesar do grande impacto na sociedade, a enxaqueca é ainda uma doença pouco diagnosticada, muitas pessoas são acometidas mas não sabem. Por isso, a maioria dos enxaquecosos não recebem tratamento adequado para as suas dores de cabeça.

ENXAQUECA NA MULHER,

ENXAQUECA NA CRIANÇA

Existe enxaqueca em diversas condições como enxaqueca na mulher, enxaqueca na gravidez, enxaqueca na infância (enxaqueca na criança). A mulher tem 2 a 3 vezes mais enxaqueca que o homem. No Brasil 20% das mulheres tem enxaqueca, o que se deve a fatores genéticos hormonais e ambientais
CAUSAS E SINTOMAS DA ENXAQUECA
Diversas são as causas da enxaqueca, normalmente a enxaqueca é multifatorial com aspectos genéticos, hormonais na mulher, comportamentais e ambientais. Os sintomas da enxaqueca são: dor pulsátil, de um só lado da cabeça, de moderada a forte intensidade, com náuseas, vomitos, incomodo com a luz e o barulho. A enxaqueca pode ser precedida ou acompanhada pela aura, que é normalmente uma alteração na vista, pontos escuros, perda visual, pontos luminosos, linhas em zig zag, que duram de 5 a 60 minutos. A enxaqueca se associa também a outros sintomas como tontura, cansaço, irritabilidade, dor no corpo, dor na cervical, dor na nuca e pescoço.


TRATAMENTO DA ENXAQUECA


O tratamento da enxaqueca é divido em tratamento preventivo, para se evitar que venha a dor de cabeça, e o tratamento agudo, para tratar a crise de cefaleia na hora que ela aparece. Os tratamentos da enxaqueca podem ser medicamentosos e não medicamentos. Clique e leia mais sobre

TRATAMENTO DA ENXAQUECA.


O primeiro passo para um tratamento eficaz da enxaqueca ou outra dor de cabeça, cefaleia, como a cefaleia tensional, cefaleia em salvas é o correto diagnóstico. Quando a dor é diária, mais dias com dor do que sem dor, o tratamento muda consideravelmente. Na enxaqueca, o mais importante é o tratamento preventivo, cuidado com o uso excessivo de analgésicos.
Entender o que é a enxaqueca é fundamental para o paciente, saber suas causas e como evitá-la. Entender que o sistema de dor é um sistema de defesa do organismo que dispara quando algo nao está bem, e na enxaqueca ele dispara demais.Portanto é imprescindível tratar o problema na sua raiz, evitando que o sistema de dor dispare excessivamente, analgésicos nāo  sāo tāo importantes como os preventivos
Existem tratamentos medicamentosos e nao medicamentosos para enxaqueca. Normalmente eles sāo associados
Exercícios físicos, psicoterapia, higiene do sono, manejo do estresse, relaxamentos, fisioterapia, acupuntura sāo formas de tratamento nāo medicamentosos para enxaqueca.Evitar os desencadeantes é também importante, para entender melhor muitas vezes é necessário preencher um diário, anotando a ocorrência das crises e os fatores que as provocaram
Os principais desencadeantes sāo:

  1. preocupações, ansiedade, stress
  2. ficar sem comer, bebida alcoólica, excesso de café, adoçantes
  3. Período menstrual na mulher
  4. Dormir pouco, dormir muito, sono mal dormido
  5. Sol, claridade, mudancas climáticas
  6. Cigarro, poluiçāo

Dietas muito restritivas nāo adiantam muito a nāo ser que seja constatada alguma alergia, intolerância à lactose ou doença celíaca (glúten).


REMÉDIOS PARA ENXAQUECA


Muitos remédios podem ser usados para o tratamento da enxaqueca. Dividimos em algumas classes: 1.antidepressivos 2.neuromoduladores 3.betabloqueadores 4.outros
Antidepressivos tricíclicos como a amitriptilina ou nortriptilina sāo usados, mas outros mais recentes como os ANTIDEPRESSIVOS inibidores de recaptaçāo de serotonina / noradrenalina sāo melhores tolerados. Sāo eles:
Escitalopram, paroxetina, citalopram (sertralina e fluoxetina sāo neutros para o tratamento da enxaqueca). Venlafaxina, duloxetina e agomelatina sāo úteis
Topiramato e divalproato sāo os NEUROMODULADORES (chamados também de anticonvulsivantes) mais prescritos, topiramato induz a perda de peso. Gabapentina, pregabalina podem ser usados
Atenolol, propranolol, metoprolol sāo os BETABLOQUEADORES mais frequentes, sāo bem tolerados, devem ser evitados em pacientes com asma
Flunarizina funciona bem, mas aumenta peso e pode agravar depressao. Pizotifeno é uma opção. Verapamil é primeira escolha para cefaleia em salvas.
Melatonina é bem tolerada e eficaz no tratamento da enxaqueca, também boa para insônia, sem efeitos colaterais
Vitamina B2 (riboflavina), Magnesio e Coenzima q10 ja foram estudados
Petasitis hibridus e tanacetum parthenium sao fitoterapicos com estudos positivos na prevençāo da enxaqueca.
A toxina botulínica tipo A (BOTOX) foi comprovada eficaz para o tratamento da enxaqueca crônica.
Procure um neurologista, insista no tratamento, se um remédio nāo funcionar pode-se tentar outros. Procure fazer exercícios físicos, dormir bem, nāo exagere no álcool, café, nāo se preocupe excessivamente, controle a irritaçāo

TRATAMENTO PARA ENXAQUECA SEM REMÉDIOS
EXERCÍCIOS FÍSICOS
Um bom nível de exercícios físicos é parte importante do tratamento, exercícios físicos regulares, aeróbicos, com alongamentos, sem sobrecarregar a musculatura do pescoço, leia mais em tratamento da enxaqueca com exercícios.

PSICOTERAPIAS

Existem várias linhas de psicoterapia, o resultado é positivo, vários estudos mostram que é possível tratar a enxaqueca com psicoterapia, especialmente a psicoterapia cognitiva comportamental. Dra Juliane Mercante, psicóloga com doutorado pelo IPq-FMUSP, tem vasta experiência no tratamento não medicamentoso da enxaqueca, acesse o site http://enxaquecaeansiedade.com para saber mais.

HIGIENE DO SONO
A higiene do sono pode ajudar muito no tratamento da enxaqueca, dormir bem, conseguir aprofundar o sono, evitar pensamentos excessivos, preocupações antes de dormir, aprender a relaxar, são elementos eficazes para melhorar o controle da dor.


Manejo do estresse, Relaxamentos


Aprender a lidar com as sobrecargas do dia a dia, tanto externas, quanto internas, ou seja, as cobranças que temos conosco, comum o padrão em pacientes com enxaqueca de se cobrarem muito, um alto grau de exigência consigo mesmo é prejudicial para o tratamento da enxaqueca. Aprender a relaxar, meditar, controlar a irritabilidade pode ajudar muito.

FISIOTERAPIA

A fisioterapia pode ser usada com sucesso no tratamento da enxaqueca, hidroterapia, tratamentos posturais, aplicação de LASER, digitopressão, massagens, todos podem contribuir.

 

Fonte:

http://www.temtudonovidades.com/2011/10/o-que-e-enxaqueca-tipos-diagnostico.html

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos