Infecto-contagiosas/Epidemias -
Esta página já teve 133.121.022 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.661 acessos diários
home | entre em contato
 

Infecto-contagiosas/Epidemias

Novo vírus similar ao da SARS é transmitido de uma pessoa para outra

23/02/2013

22/2/2013
imagem transparente

Descoberto em setembro de 2012, o coronavírus já infectou 11 pessoas no mundo. Ainda não estava claro, porém, de que forma ocorria a contaminação

Vírus SARS

Iamagem do vírus da Sars: Novo coronavírus semelhante já infectou 11 pessoas no mundo (Reprodução)

A Agência de Proteção à Saúde da Grã-Bretanha afirmou nesta quarta-feira que um vírus descoberto recentemente e que pertence à mesma família do vírus causador da SARS (sigla em inglês para Síndrome Respiratória Aguda Grave) é transmitido de uma pessoa para a outra. O NCoV, que já infectou 11 pessoas no mundo, causando cinco mortes, foi identificado pela primeira vez em setembro do ano passado e até então não estava claro de que forma ocorria a contaminação.

Segundo a agência britânica, essa conclusão foi tirada após a confirmação do terceiro caso de infecção pelo novo vírus na Grã-Bretanha — a segunda contaminação foi identificada na região somente nesta semana. De acordo com o órgão, a infecção ocorreu em uma pessoa que não havia viajado recentemente. Além disso, o paciente era membro da família de outro individuo que havia sido contaminado. Ele está sendo submetido a um tratamento intensivo em um hospital da Inglaterra.

Arquivo VEJA: Uma epidemia globalizada

Dos 11 casos confirmados de infecção pelo novo vírus, cinco ocorreram na Arábia Saudita (com três mortes), dois na Jordânia (com duas mortes), três na Grã-Bretanha e um na Alemanha. "O caso sugere que ocorreu uma transmissão de pessoa para pessoa, e que aconteceu na Grã-Bretanha", disse John Watson, chefe de doenças respiratórias da Agência de Proteção à Saúde britânica.

O NCoV foi identificado pela primeira vez em setembro do ano passado, também na Grã-Bretanha. O paciente era um homem de 49 anos do Catar que havia estado na Arábia Saudita, segundo informou a Organização Mundial da Saúde (OMS) na época. A OMS havia anunciado que se tratava de um novo, ou recente, coronavírus, uma grande família de vírus que inclui tanto a gripe comum como a  SARS, doença que apareceu em 2002 na China e matou 800 pessoas no mundo no mesmo ano. Sintomas comuns desses dois tipos de infecção incluem problemas respiratórios graves, febre e tosse.

Quando a OMS comunicou a identificação do novo vírus, afirmou também que estava trabalhando "no processo para obter mais informações a fim de determinar as implicações na saúde pública". E, segundo disse em setembro de 2012 o diretor do Centro de Infecções Respiratórias da Faculdade Imperial de Londres, Peter Openshaw, naquele estágio parece ser improvável que o novo vírus seja preocupante.

John Watson considera "muito baixo" o risco de infecção pelo novo vírus. "Se o novo coronavírus fosse mais infeccioso, nós estaríamos vendo um número de casos muito maior do que vem sendo reportado desde o primeiro caso identificado", disse. A OMS reiterou nesta segunda-feira que não há necessidade de quaisquer restrições de viagens ou comércio nas regiões onde houve contaminações.

Os vírus mais perigosos do mundo

Alguns são capazes de infectar milhões e provocar epidemias globais. Outros matam mais da metade dos infectados.



Fonte: Veja Online

http://www.portaldoconsumidor.gov.br/noticia.asp?busca=sim&id=23287

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos