-
Esta página já teve 134.642.136 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.669 acessos diários
home | entre em contato
 

Nutrologia/Alimentos/Nutrição

Beba Suas 2 Xícaras de Café: Consumo de Café Associado a Menor Consumação de Suicídio

01/08/2013
 

O risco de suicídio neste estudo refere-se às pessoas que realmente completaram suicídio; os pesquisadores não mediram o risco real de suicídio como comumente referido por outros pesquisadores (o que inclui aqueles que tentaram o suicídio, mas não conseguiram).

“Ao contrário de investigações anteriores, pudemos verificar a associação do consumo de bebidas com cafeína e sem cafeína, e identificar a cafeína como o mais provável candidato de qualquer suposto efeito protetor do café”, disse o pesquisador Michel Lucas, Ph.D., pesquisador assistente no Departamento de Nutrição da HSPH.

A cafeína não só estimula o sistema nervoso central, mas pode atuar como um antidepressivo suave, aumentando a produção de certos neurotransmissores no cérebro, incluindo a serotonina, dopamina e noradrenalina. Isso poderia explicar o risco de depressão menor entre bebedores de café encontrados em estudos epidemiológicos anteriores, disseram os pesquisadores.

Para o estudo, os cientistas examinaram dados de 43.599 homens matriculados no Health Professionals Follow-Up Study (HPFS) de 1988 a 2008; 73.820 mulheres no Nurses’ Health Study (NHS) de 1992 a 2008, e 91.005 mulheres no Nurses’ Health Study II (NHSII) de 1993 a 2007.

A cafeína, o café e o consumo de café descafeinado foram relatados a cada quatro anos por meio de questionários.

O consumo de cafeína foi calculado a partir do café e de outras fontes, incluindo chá, refrigerantes com cafeína e chocolate. Café era a principal fonte de cafeína, no entanto, a 80% para o NHS, 71% para o NHS II, e 79% para o HPFS.

Entre os participantes dos três estudos, houve 277 mortes por suicídio. Os pesquisadores não avaliaram as pessoas que tinham intenção suicida, um plano de suicídio, ou aqueles que tentaram o suicídio, mas não o concluíram.

Os Centros para Controle de Doenças e Prevenção dos EUA estimam que para cada suicídio consumado, outras 25 pessoas já tentaram o suicídio, mas não conseguiram.

Apesar dos resultados, os pesquisadores não estão recomendando que os adultos deprimidos aumentem o seu consumo de cafeína, porque a maioria das pessoas ajustam sua ingestão de cafeína a um nível que parece bom para elas, e um aumento pode resultar em efeitos colaterais desagradáveis.

“No geral, nossos resultados sugerem que há pouco benefício adicional para o consumo acima de duas a três xícaras/dia ou 400 mg de cafeína/dia”, disseram os autores.

Os pesquisadores não notaram qualquer diferença significativa no risco entre aqueles que bebiam duas a três xícaras de café por dia e aqueles que tiveram quatro ou mais xícaras por dia, provavelmente devido ao pequeno número de casos de suicídio nessas categorias.

No entanto, num estudo anterior da relação café-depressão da HSPH, os cientistas observaram um efeito máximo entre aqueles que bebem quatro ou mais xícaras por dia. Pesquisadores finlandeses realmente encontraram um maior risco de suicídio entre pessoas que bebem oito ou nove xícaras por dia. Poucos participantes dos dois estudos da HSPH bebiam muito café, assim os estudos não abordaram o impacto de seis ou mais xícaras de café por dia.

O estudo foi publicado na The World Journal of Biological Psychiatry.

 

Texto de  TRACI PEDERSEN Editora Associada de Notícias

Revisado por John M. Grohol, Psy.D. em 28 de Julho de 2013

Fonte: PsychCentral

 

http://noticias.psicologado.com/noticias-diversas/beba-suas-2-xicaras-de-cafe-consumo-de-cafe-associado-a-menor-consumacao-de-suicidio

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos