Geriatria/Gerontologia/Idoso -
Esta página já teve 133.162.592 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.660 acessos diários
home | entre em contato
 

Geriatria/Gerontologia/Idoso

Idosos que passam muito tempo assistindo TV perdem força muscular

04/11/2013
imagem transparente

O número de idosos que sofrem com a diminuição da força física está cada vez maior e um dos culpados é o sedentarismo. Considerado o mal do século, o sedentarismo também é causador de doenças, como diabetes, colesterol alto, obesidade, infarto, derrame cerebral, câncer, depressão e glaucoma.

Um estudo realizado pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, em parceria com o Celafiscs (Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul), indica perda de 26% da capacidade muscular das pernas de idosos que gastam muito tempo em frente a TV.

A pesquisa durou 18 meses e contou com a cooperação de 159 pessoas com idade média de 74 anos, que residem em casas de repouso no município de São Caetano do Sul.

Para realizar a pesquisa, os idosos tiveram que usar um pedômetro (aparelho que monitora distâncias e passos) por 7 dias, e responder a um questionário, além de passar por testes de aptidão física .

Ao fim da análise foi constatado que os idosos deram cerca de 9.957 passos por semana. Já o tempo médio que passaram assistindo televisão foi de 432,9 minutos. 

Os dados mostram um panorama atual da população de idosos no país e revela também que a falta de um espaço adequado à prática da atividade física, entre outros aspectos, como o isolamento social e a sensação de perda da importância determinam o sedentarismo entre a terceira idade.

Pensando nisso o instituto Senior Fit, mantido pela Celafiscs, incentiva a prática de atividade física para moradores de instituições de longa permanência. O projeto já beneficiou seis entidades em São Caetano do Sul, com exercícios aeróbicos, de mobilidade, equilíbrio, alongamento, estímulo cognitivo e força muscular, incluindo pessoas acamadas e cadeirantes.

Está comprovado que estabelecer programas que possibilitam a participação do idoso em um grupo social melhora sua capacidade física e funcional.



Fonte: Uol - Consumidor Moderno

http://www.portaldoconsumidor.gov.br/noticia.asp?busca=sim&id=25056

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos