- Valores novos para o colesterol
Esta página já teve 134.657.487 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.667 acessos diários
home | entre em contato
 

diagnóstico e laboratório

Valores novos para o colesterol

30/06/2003
Esta é a nova tabela com os valores para níveis de colesterol. Como se sabe, o colesterol elevado é um dos maiores fatores de risco para doenças do coração.

Limites de Colesterol, LDL e HDL (em mg/dL)
Colesterol LDL HDL
Alto Acima de 240 Acima de 160 Quanto maior o nível melhor
Limítrofe De 200 a 239 De 130 a 159 Quanto maior o nível melhor
Desejável Abaixo de 200 Abaixo de 130 Acima de 40
 
Esta alteração foi feita pela American Heart Association e adotada no Brasil desde setembro do ano passado; já que todos os estudos científicos comprovam que, se reduzirmos em 1% o nível do colesterol total do sangue, conseguimos reduzir em 2% o desenvolvimento da doença coronariana. Portanto, quanto mais baixo seu colesterol ruim e mais alto o seu bom colesterol, menor o risco...

Não esqueça também de prevenir e/ou combater o aparecimento de outros fatores de risco: hipertensão arterial, obesidade, diabetes, fumo e sedentarismo.

Pode parecer complicado, mas não é. Abaixo, algumas dicas de como manter seu colesterol em dia:

  • Evite o consumo de manteiga e prefira as margarinas.
  • Açúcares, álcool e sal também devem ser controlados.
  • Dê preferência a aves, peixes, laticínios desnatados, cereais integrais, verduras e frutas.
  • Não esqueça de comer "saudavelmente" várias vezes ao dia e beba bastante água.
  • E, para manter seu colesterol bom em um nível elevado, pratique atividades físicas regularmente.

    Fonte: III Diretrizes Brasileiras de Dislipidemias da Sociedade Brasileira de Cardiologia - 2001
    Consulta: Nutr. Rosana Perim Costa - Nutricionista Chefe do Hospital do Coração

    COLESTEROL

    O colesterol provém de duas fontes: do seu próprio organismo e dos alimentos que você ingere. Seu organismo necessita de colesterol para funcionar adequadamente, pois ele produz hormônios, fabrica vitamina D, transporta gorduras do intestino para o fígado, músculos e tecido adiposo. Mas, geralmente, seu organismo não requer colesterol além das quantidades que o fígado produz.

    O colesterol é transportado em seu sangue sob duas formas:

    HDL (Lipoproteína de alta densidade)
    Conhecido popularmente como "colesterol bom", tem a função de conduzir o excesso de colesterol para fora das artérias, impedindo o seu depósito.

    LDL (Lipoproteína de baixa densidade)
    Conhecido popularmente como "colesterol ruim", é responsável pelo transporte e depósito de colesterol nas paredes das artérias, dando início e acelerando o processo de aterosclerose. Bloqueia o fluxo sanguíneo e estreita as artérias.

    O perigo está no excesso de LDL.

    O colesterol alto é um fator de risco para doenças do coração que pode ser controlado. O maior risco para indivíduos com altos níveis de colesterol é a aterosclerose, ou seja, o acúmulo de colesterol e a obstrução das artérias. A aterosclerose pode ser precursora de problemas como as doenças coronarianas e infarto.

    Um importante fator de controle de seu colesterol é a redução do consumo de gordura saturada (encontrada em alimentos de origem animal e industrializados) e sua substituição por gorduras poliinsaturadas (encontradas em óleos vegetais).

    As gorduras poliinsaturadas não são produzidas no organismo e devem ser obtidas na alimentação, pois são fundamentais para o bom funcionamento do organismo e ajudam a reduzir o colesterol total, diminuindo os níveis de LDL e aumentando os níveis de HDL.

    Como prevenir

  • Diminua a quantidade de alimentos que contenham gordura saturada, como carnes gordas, leite integral e seus derivados (manteiga e queijos gordurosos).
  • Procure consumir gorduras poliinsaturadas, encontradas em óleos vegetais (girassol, soja, milho, canola e oliva), em margarinas cremosas e em certos óleos de peixes.
  • Mantenha um peso ideal: o excesso de gordura no organismo aumenta o nível do colesterol LDL (mau colesterol) e do colesterol total sangüíneo.
  • Pratique exercícios: atividades físicas regulares podem auxiliar no aumento dos níveis de colesterol HDL (bom colesterol).
  • Pare de fumar: o fumo aumenta os níveis de colesterol LDL e reduz os níveis de HDL.
  • Cheque o seu colesterol regularmente.

    Dicas de alimentação
    Evite
  • leite e iogurte integrais
  • queijos amarelos
  • queijos cremosos
  • creme de leite
  • manteiga
  • massa com ovos
  • pães recheados com cremes ou cobertos com chocolate ou coco
  • carnes gordas (carneiro, cabrito e porco)
  • miúdos (fígado, moela, rim, língua etc.)
  • embutidos (lingüiça, salsicha, mortadela, salame,
    presunto etc.)
  • lula e escargot
  • gema de ovo
  • gordura hidrogenada e banha de porco
  • sorvetes cremosos, chocolates, tortas e bolos confeitados
  • gordura de coco

    Modere
  • leite tipo C e semidesnatado
  • bolos simples, pães doces e bolachas (leite, maisena)
  • nozes, avelã e abacate
  • margarinas cremosas e creme de leite light

    Prefira
  • leite e iogurte desnatados
  • queijo branco fresco, ricota, queijo cottage e queijos light
  • arroz, batata, cará, inhame, macarrão, pão e bolacha de água e sal
  • peixes, aves sem pele e carnes magras (cozidas, assadas ou grelhadas sem gordura)
  • clara de ovos
  • frutas e hortaliças frescas
  • óleo de girassol, canola, milho, soja ou azeite de oliva
  • cremes vegetais e margarinas light
  • picolé de frutas, frozen iogurte e doces de frutas


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos