Psiquiatria e Psicologia - Tratamento do tag (Transtorno de Ansiedade Generalizada)
Esta página já teve 115.801.935 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.697 acessos diários
home | entre em contato
 

Psiquiatria e Psicologia

Tratamento do tag (Transtorno de Ansiedade Generalizada)

17/07/2003

O tratamento do TAG envolve alguns aspectos: mudanças de algumas rotinas, Psicoterapia Cognitiva Comportamental e medicação. A medicação normaliza o sono, os sintomas físicos (como cefaléia, dor, tensão muscular e sintomas gastrintestinais), a dificuldade de relaxar e a irritabilidade. Geralmente, também ajuda a diminuir a expectativa apreensiva e os pensamentos ansiosos. Os antidepressivos que têm uma ação mais sedativa são bastante úteis e geralmente a resposta é rápida (a partir de duas semanas). As medicações ansiolíticas, os benzodiazepínicos, são também eficazes, porém se o seu uso se prolongar por meses pode causar dependência física. Portanto, devem ser utilizados de preferência associados aos antidepressivos e por poucas semanas (até os antidepressivos começarem a fazer efeito). 

A medicação apenas não trata totalmente o TAG e, em geral, é muito freqüente o retorno dos sintomas após a sua retirada. É fundamental que o paciente modifique a sua forma de lidar com os estressores do dia-a-dia. Diminuir as cobranças sobre si mesmo (“ter que fazer tudo e da melhor forma possível”), repensar a agenda (colocar as tarefas do dia-a-dia de forma organizada e sem atropelos), estabelecer limites mais definidos do tempo e números de obrigações exigidas, fazem parte do tratamento. Respeitar a sua necessidade de sono, ter tempo para as refeições, fazer atividade física regularmente (três vezes por semana) e reservar tempo para o lazer, são medidas essenciais para  abaixar a ansiedade. 

A maior parte dos pacientes apresenta uma melhora importante com o uso de medicação associada a esses cuidados. Porém, pacientes que não conseguem sozinhos mudar sua rotina ou que tenham um quadro muito intenso, devem fazer psicoterapia. A terapia cognitiva comportamental  tem se mostrado bastante eficaz nos quadros de ansiedade.


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos
 
Hacked by
#TeaMGh0sT

~ DB GOT DROPPED ~