- Desmaio
Esta página já teve 133.089.136 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.664 acessos diários
home | entre em contato
 

Primeiros socorros/Emergência

Desmaio

07/08/2003

 

O desmaio, também conhecido como síncope, pode ser definido como uma momentânea perda da consciência, que geralmente não dura mais que alguns minutos e é causada pela diminuição temporária do fluxo sangüíneo que nutre o cérebro. O desmaio pode ser uma reação à dor ou ao medo, ou resultante de perturbação emocional, exaustão ou falta de alimentação, entretanto, o restabelecimento da vítima é normalmente rápido e completo.

Os sinais e sintomas mais comuns do desmaio são a palidez, o pulso fraco e lento, a falta de equilíbrio e a inconsciência.

Diante de uma vítima que sofreu um desmaio, o socorrista deverá buscar aumentar o fluxo sangüíneo no cérebro e tranqüilizar a vítima, mantendo-a numa posição confortável. O socorro pré-hospitalar consiste em:

1.      Deitar a vítima com as pernas elevadas e manter as vias aéreas desobstruídas;

2.      Desapertar quaisquer peças de roupa justas no pescoço, peito e cintura, para auxiliar a ventilação e a circulação;

3.      Examinar cuidadosamente e tratar qualquer lesão que a vítima tenha sofrido ao cair;

4.      Se a vítima não recuperar logo a consciência, procurar socorro especializado ou transportá-la para um hospital.

Se a vítima encontrar-se de pé, aconselhe-a a exercitar a musculatura das pernas para auxiliar a circulação. Se a vítima sentir falta de equilíbrio, previna o desmaio, orientando-a a respirar profundamente e ajudando-a a sentar-se e a inclinar-se para a frente, AUMENTA O FLUXO SANGUÍNEO CEREBRAL

bombeirostubarao


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos