-
Esta página já teve 134.695.371 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.665 acessos diários
home | entre em contato
 

Sono/Distúrbio do sono

Apnéia obstrutiva do sono-obstrução de vias aéreas altas

18/09/2003

 

Caracteriza-se por episódios repetitivos de obstrução das vias aéreas altas que ocorrem durante o sono, geralmente associados a uma redução da saturação do oxigênio no sangue.

Pode haver súbito despertar após eventos obstrutivos e queixas de desconforto precordial noturno, engasgos ou sufocação que se associam a intensa ansiedade. Pode ocorrer refluxo gastroesofágico associado ao esforço de restabelecer a respiração, particularmente se o paciente tiver feito grande refeição antes de deitar-se. Raramente pode ocorrer laringospasmo com estridor e até cianose em decorrência do refluxo.

Depressão, ansiedade, irritabilidade e até profundo desespero secundariamente se associam em geral à síndrome da apnéia obstrutiva do sono.

A maioria dos pacientes com a síndrome da apnéia obstrutiva do sono tem aumento da severidade dos sintomas e do peso corporal. Muitos pacientes, contudo, rela­tam que, numa idade mais baixa, seus sintomas eram menos notáveis, ainda que seu peso corporal pudesse ter sido maior. No momento da apresentação, a maioria dos pacientes com a síndrome da apnéia obstrutiva do sono está acima do peso. A redução de peso depois do início da síndrome ocasional­mente levará à melhora dos sintomas. A síndrome da apnéia obstrutiva do sono em pacientes com peso corporal normal ou abaixo do normal sugere obstrução das vias aéreas altas devido a uma anormalidade estrutural localizada definível, como malformação maxilomandibular ou aumento de volume adenotonsilar.

Hipertensão leve com elevação da pressão diastólica comumente se associa à síndrome da apnéia obstrutiva do sono.

“Apagamentos”, desorientação e períodos de comportamento automático são relatados ocasionalmente.

Nas crianças, atraso do desenvolvimento, dificuldades de aprendizagem, diminuição do desempenho escolar e transtornos comportamentais, inclusive hiperatividade alternando com sonolência excessiva, costumam ser vistos freqüentemente, especialmente nas crianças de mais idade.

www.neuropsiconews.org.br


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos