Diabete/Diabetes - Usando a Pirâmide de Alimentos para os diabéticos
Esta página já teve 113.957.556 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.862 acessos diários
home | entre em contato
 

Diabete/Diabetes

Usando a Pirâmide de Alimentos para os diabéticos

04/10/2003

 

 

A Pirâmide de Alimentos para Diabetes tem 6 seções para grupos de alimentos. Estas seções variam em tamanho. O maior grupo – grãos, feijão, lentilha, ervilha, grão de bico – está na base da pirâmide. Significa que você deveria comer mais porções de grãos, feijões, etc..., do que outros alimentos.

O menor grupo – gorduras, doces, e álcool – está no topo da pirâmide . Isto significa que você deve consumir pouquíssimas porções de alimentos desse grupo.

 

O número exato de porções que você necessita depende das metas, calorias e necessidades nutricionais que sua diabetes tem que atingir, seu estilo de vida, e as comidas que você gosta de comer. Divida o número de porções que você deveria comer entre  refeições e lanches diariamente. Fica mais fácil lembrar o que comer com o uso da Pirâmide de Alimentos.

 

Para um planejamento de uma refeição saudável, baseado nas necessidades individuais de cada um, você deveria consultar um(a) nutricionista, com experiência em lidar com diabetes. Para achar um(a) nutricionista eficiente, converse com seu médico endocrinologista.

 

 

O Primeiro Passo.

 

Para a maioria das pessoas, um grande passo para mudar seus hábitos alimentares, é fazer pequenas e simples modificações. Talvez você decida comer mais frutas e vegetais e comer menos carnes e doces. Se você fizer essas mudanças  e aderir a elas, tenha certeza de mantê-las. Quando você estiver pronta(o), decida a próxima mudança.

 

A Pirâmide pode ajudá-lo(a) e a toda sua família a ter um hábito alimentar mais saudável e a controlar melhor a diabetes. Aqui vão algumas dicas:

 

  • Coma diariamente uma grande variedade de alimentos:- Experimente novos alimentos. Comendo uma grande variedade de alimentos, mesmo do mesmo grupo, ajuda a ingerir todos os nutrientes para permanecer saudável. Por exemplo, dentro do grupo das frutas, a banana é uma grande fonte de potássio e as laranjas são grande fonte de vitamina C.
  • Seja mais ativo:- Tente praticar 30 minutos de atividades físicas todos os dias. Comece devagar, subindo escada, andando mais, ou trabalhando mais no jardim ou nos afazeres domésticos.
  • Coma mais alimentos com fibras como frutas, legumes, grãos em geral e feijões:- Dê preferência a estes alimentos. Eles fornecem bastante vitaminas, minerais, e fibras, e ainda contém a menor concentração de calorias.
  • Use menos gordura:- Sabe-se muito bem que comer alimentos com muita gordura, particularmente alguns com muita gordura saturada e colosterol, podem contribuir para o desenvolvimento de artérias entupidas e estreitas. Isto pode levar à doença do coração e pessoas com diabetes correm um maior risco de ataque cardíaco.
  • Use menos açúcar:- Alimentos com açúcar, como mel, refrigerantes normais, e doces, como sorvetes e biscoitos, não são saudáveis. Eles fornecem muitas calorias com pouco ou nenhum nutriente.
  • Use menos sal e sódio:- Os americanos comem mais sal e sódio do que o necessário. A maioria do sódio que comem veem de alimentos processados como congelados, sopas enlatadas, picles e outros. Para manter seu consumo de sal e sódio moderado, coloque pouco sal na sua comida e use mais alimentos frescos e não processados. Outra dica: evite o uso do saleiro à mesa.
  • Limite o consumo de bebida alcóolica e beba junto com algum alimento:- Verifique com seu médico sobre a quantidade de bebida alcóolica segura para você.

 

Próximo Passo.

 

Amidos e Diabetes

 

Coma mais amidos! É mais saudável para todo mundo comer mais grãos, feijões, e vegetais tais como: ervilhas, milho, batatas, além de sucos de frutas ou legumes. O amido é bom para você porque tem pouca gordura, pouca gordura saturada, ou colesterol.

 

Legumes e Diabetes.

 

As pessoas com diabetes deveriam comer pelo menos 3 porções de legumes ao dia. Os legumes são saudáveis, repletos de vitaminas e minerais, e alguns fornecem as fibras necessárias. A melhor parte: legumes têm baixa calorias.

 

Frutas e Diabetes.

 

Deve-se controlar o consumo de frutas, pois elas têm a frutose (açúcar próprio da fruta), que em excesso pode alterar a glicemia. Deve-se consumir de 3 a 4 porções de frutas, isto é, 1 laranja, ½ pera,  ½ maçã, 1 fatia de mamão formosa, etc... (Converse com seu médico e/ou nutricionista para uma orientação individual).

 

Leite e Diabetes.

 

Pessoas com diabetes correm o mesmo risco de ter osteoporose como qualquer outra  pessoa que não tenha a doença. Leite, iogurte e queijos desnatados e de baixa caloria (1%) fornecerão o cálcio que você necessita sem a gordura saturada e colesterol.

 

Proteínas (Carne, Aves, Frutos do Mar, Queijo, Ovos, etc...) and Diabetes.

 

Pessoas com diabetes não têm maior ou menor necessidade de proteínas que outras pessoas em geral. A Associação Americana de Diabetes (ADA), sugere que se coma entre 10 e 20% de calorias em proteínas.

 

Gordura e Diabetes.

 

A gordura tem que suprir 30% das suas calorias. O total de gordura que você consome deve ser baseado nos alimentos que você gosta e nas metas a serem atingidas para uma alimentação saudável e o controle dos lipídios no sangue (gorduras no sangue) e da glicose. Você necessita de um planejamento alimentar individual.

 

Açúcar e Diabetes.

 

Estudos de pesquisa mostram que, grama por grama, açúcares, como açúcar de mesa, não elevam a glicose no sangue mais rápido que outros carboidratos, como batatas, arroz ou massas. Essa pesquisa é verdadeira para pessoas com diabetes tipo 1 e tipo 2.

 

Álcool e Diabetes.

 

Além todo o interesse pela segurança e saúde sobre o consumo de álcool, se você tem diabetes e está tomando medicamentos para diabetes que abaixa a glicose no sangue, você precisa ter precaução. A ação da insulina e de algumas pílulas, abaixam a glicose no sangue fabricando mais insulina. Logo, você não deve beber quando sua glicose está baixa ou quando seu estômago está vazio.

 

Para Mais Ajuda E Suporte.

 

Para descobrir exatamente o quanto, e o que você deve comer, procure seu médico endocrinologista e/ou nutricionista que tenha experiência com diabéticos. Eles poderão lhe dar ajuda e apoio nos esforços para mudanças nos hábitos alimentares e controlar o seu nível de glicose.

 

Consulte sempre o médico para uma orientação adequada e personalizada.

 

 

Fonte: American Diabetes Association – ADA

www.diabetes.org

www.diabete.com.br

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos