diagnóstico e laboratório - Gonadotrofina coriônica humana ( bhcg )
Esta página já teve 115.699.314 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.706 acessos diários
home | entre em contato
 

diagnóstico e laboratório

Gonadotrofina coriônica humana ( bhcg )

06/11/2003

 

 

A gonadotrofina coriônica é um hormônio glicoprotéico produzido pelas células do sinciciotrofoblastro da placenta. A sensibilidade do método por nós utilizado é de 2 ui/l. Tal sensibilidade pode permitir o diagnóstico precoce da gravidez, a partir do primeiro ou segundo dia de atraso menstrual, ou 12 a 16 dias após a concepção. As variações dos níveis de hcg são muito grandes, o que dificulta seu emprego para a avaliação de tempo gestacional. Normalmente, os níveis de hcg duplicam a cada 36/48 horas no ínicio da gestação. Nos casos de perda fetal, os níveis caem pela metade a cada 36/48 horas. Queda abrupta no seu nível pode indicar má evolução da gestação. Os únicos medicamentos que podem acarretar resultados falso-positivos são os baseados em hcg (pregnil, etc); já o uso de hormônios esteróides em geral não interfere no ensaio. O teste é positivo em praticamente 100% dos casos de gravidez ectópica. O hcg é um marcador de tumores trofoblásticos, testiculares e de outros tumores produtores de gonadotrofina coriônica.

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos
 
Hacked by
#TeaMGh0sT

~ DB GOT DROPPED ~